compartilhe esse post

O código 404 é provavelmente o erro HTTP mais comum que as pessoas encontram quando estão navegando na web. Se você usa a internet há mais de um ano, as chances de ainda não ter se deparado com ele, são muito baixas. 

Normalmente, as pessoas não prestam muita atenção a estes erros. Como usuário, você ficará no máximo frustrado e fechará a guia do navegador. Como webmaster, no entanto, mais coisas podem estar em jogo. Muitos proprietários de sites se perguntam se as páginas 404 prejudicam seu SEO e rankings de alguma forma.

Continue lendo este nosso post para ver como as páginas 404 afetam seu site, SEO e posicionamento. Veja também o que você pode fazer para corrigir este problema.

O que é o Código de Erro 404?

O erro 404 é um código de status HTTP padrão (também chamado de código de resposta). Quando você tenta acessar uma URL ou um servidor, o servidor retorna um código de status para indicar se a operação foi bem sucedida. Supondo que a maior parte da web funcione bem, o código de status mais comum é 200. Se você está lendo este artigo agora, significa que seu navegador foi capaz de acessar nosso servidor e o servidor encontrou o recurso solicitado, então ele devolveu um código de resposta de número 200.

Quando o cliente consegue estabelecer uma conexão com o servidor, mas não encontra o recurso solicitado,  é neste momento que surge um código de status de erro 404. Basicamente significa que a página ou qualquer recurso solicitado não pode ser encontrado no endereço específico.

Para verificar o código de resposta de uma página, você pode clicar com o botão direito do mouse em qualquer lugar da página em seus navegadores, clique em Inspecionar e, em seguida, vá para a seção Rede. Se você não puder ver os códigos de status, pressione a tecla F5 ou atualize a página enquanto o inspetor ainda estiver aberto.

erro afeta seo

Inspetor  

Você geralmente verá um monte de códigos de status lá. Isso porque uma página carregará vários recursos. Por exemplo, o arquivo HTML/PHP da página solicitada pode ser encontrado, mas alguns recursos de imagem foram escritos errados ou excluídos. Neste caso, o tipo de documento da página retornará um código de resposta de 200, enquanto os recursos de imagem ausentes retornarão 404s.

Um código de status de 404 no seu navegador será algo assim:

erro afeta seo

 

 

Como você pode ver, temos um código de erro tipo 404 de documento, o que significa que a página não existe ou não foi encontrada nesse endereço, seguido por dois códigos de status 200 que representam um par de imagens que foram encontradas.

Outra opção seria usar uma ferramenta como https://httpstatus.io/. Você pode inserir várias URLs e ele devolverá seus códigos de status HTTP. Isso retira o código de status principal do documento, excluindo quaisquer outros recursos. No entanto, você pode adicionar a URL do recurso.

erro afeta seo

Ferramenta de código de resposta

Há outros códigos de resposta lá que você deve ter ouvido falar. 500, 501 e 503, por exemplo, geralmente indicam um erro do servidor, enquanto 301 (temos um artigo que fala sobre este código em específico) e 302 defendem redirecionamentos. Estes, juntamente com 200 e 404, compõem os códigos de status mais comuns na web.

Os códigos 301s que você vê acima na ferramenta e no inspetor do navegador estão lá porque foi digitado a versão HTTP em vez da versão HTTPS, então um 301 é realizado pelo servidor para redirecionar os usuários para a versão segura do site. 

No entanto, para combater esse problema gerado pelo código 404, o Google criou um selo “Soft 404”. Basicamente, se a página afirma que o conteúdo não é encontrado, mas o código de status HTTP é 200, temos um 404 suave. Você pode encontrar esses tipos de erros no Google Search Console, na seção Erros de Rastreamento. Se você já está na nova versão do Search Console, a maneira mais fácil é mudar temporariamente para a antiga.

Os 404 “suaves” não são códigos de erro reais. Eles são apenas um rótulo adicionado pelo Google para sinalizar esse problema ou uma página faltante devolvendo um código de 200.

 

Como adicionar/personalizar uma página de 404

Normalmente, seu servidor web já deve lidar com 404s corretamente. Isso significa que se você tentar acessar uma URL que não existe, o servidor já puxará um 404.

erro afeta seo

No entanto, às vezes a plataforma pode não retornar um 404, mas uma página em branco de código 200. O problema nesse caso de mostrar a página em branco é a questão do UX, que é extremamente prejudicada para seus usuários, repercutindo nos mecanismos de busca.

É uma boa ideia ter um web design personalizado para sua página 404. O motivo é porque pode criar uma experiência melhor para seus usuários. Quero dizer, a experiência de não encontrar o que você está procurando já é ruim, mas você pode adicionar um pouco de humor a ele, pelo menos.

 

A parte mais importante em sua página 404 é incluir um CTA (call to action).

Sem um CTA, os usuários provavelmente sairão quando virem um 404 normal. Ao inserir alguns links de algumas páginas relevantes, você pode coletar um pouco mais de tráfego para suas páginas principais.

Dê uma olhada na imagem abaixo, que mostra uma página 404. Grande diferença, não é? Pode convencer o usuário a não ficar chateado com o seu site. Além disso, há um CTA bem claro que diz para você clicar nele, e que se conecta à página inicial.

erro afeta seo
cognitiveSEO’s 404 Page Design

 

No entanto, você não tem que se limitar a isso. Você pode adicionar links a páginas de categorias relevantes ou outras seções do seu site. Uma barra de pesquisa também seria uma ótima ideia.

Seja criativo com o layout para erros 404. Se colocar um sorriso no rosto dos usuários, pode até ser melhor do que se eles acessassem a página certa. Você pode dar uma olhada em alguns exemplos neste artigo, para obter algumas ideias.

Os CMS (Content Management Systems) mais populares, como WordPress ou Joomla, já têm algum tipo de design implementado. Você pode facilmente adicionar um design personalizado usando um plugin. Aqui está um plugin para WordPress.

Se você tem um site personalizado, então você terá que criar um modelo 404. Faça login no servidor web Apache e crie um arquivo de 404 .php. Se você já tem um, basta editar isso. Às vezes, pode ter a extensão .html. Se ele não retornar um código de status 404, altere-o para .php, porque precisaremos forçar o cabeçalho de solicitação HTTP com o código de erro 404 adequado usando algum PHP.

 

<?php

header (“HTTP/1.0 404 Not Found”);

?>

 

Em seguida, encontre seu arquivo .htaccess e adicione a seguinte linha a ele:

 

ErroDocument 404 /404.php

 

Isso dirá ao servidor qual página deve ser mostrada quando um código de erro 404 for detectado. Se a linha já está lá, basta modificá-la. Certifique-se de verificar tudo novamente com o inspetor do seu navegador ou com a ferramenta mencionada acima. Se ele devolver um código 404, é porque deu certo.

 

Como encontrar erros 404.

Uma maneira fácil de encontrar os erros 404 é entrar no Google Search Console. 

Se você ver erros do Soft 404, como mencionado acima em nosso artigo, você tem que ter certeza de que a página 404 realmente retorna um código de erro 404. Se não, é uma boa ideia consertar isso.

Há outras maneiras de encontrar erros 404. Se você está procurando páginas quebradas em seu site, que outras pessoas vincularam, você pode usar o cognitiveSEO Site Explorer e verificar a seção Páginas Quebradas.

erro afeta seo

Captura de tela da ferramenta CognitiveSEO. Mais detalhes sobre ele abaixo, no artigo.

 

Se você está procurando encontrar links quebrados dentro de seu próprio site, ou links para outros sites do seu site, você pode usar Screaming Frog. Uma alternativa gratuita seria Xenu Link Sleuth.

 

Páginas com erro 404 prejudicam o SEO?

 

Há muitos especialistas por aí afirmando que 404s podem arruinar o seu posicionamento e que você deve corrigir esse problema o mais rápido possível. Mas a verdade é que 404s são uma parte normal da web e são códigos de erros realmente úteis.

 

Pense nisso. Se um lugar específico não existisse, você não prefere saber do que ser constantemente direcionado para outros lugares aleatórios? É a mesma coisa na internet. Embora seja uma boa ideia redirecionar uma página antiga que foi excluída para uma página nova e relevante, não é uma boa ideia redirecionar cada 404 para sua página inicial, por exemplo. No entanto, eu vi alguns sites redirecionar seus usuários após um temporizador de contagem regressiva, o que pode ser uma boa ideia.

 

Em teoria, 404  têm um impacto no ranking, mas não interfere nas classificações de um site inteiro. Se uma página retornar um código de erro 404, significa que ela não existe, então o Google e outros mecanismos de pesquisa não irão indexar a página. Muito simples, certo?

 

Então, qual é o hype sobre 404s? Bem, obviamente, ter milhares e milhares destas páginas pode impactar seu site em geral. No entanto, não são tanto as páginas 404  que prejudicam o SEO, mas sim os links que contêm URLs apontando para os 404s.

 

Isso porque esses links criam uma experiência ruim. São chamados de elos quebrados. Se não houvesse links quebrados, não haveria nenhum erro 404. Na verdade, você poderia dizer que há uma infinidade de 404, certo? Basta adicionar uma barra após o seu domínio, digitar algo aleatório e apertar a tecla enter. Aparecerá um erro 404.

Explicaremos tudo com mais detalhes em breve, então continue lendo.

 

O que o Google diz sobre 404s?

O Google sempre apontou que 404s são normais. Eles também parecem ser muito indulgentes com eles. Quero dizer, isso é natural, considerando que eles têm 404s próprios:

erro afeta seo

 

Na verdade, eles falam sobre esse assunto em um artigo de 2011.

Há também essa fonte que trata a questão: 

erro afeta seo

Se você quiser ler mais sobre isso, visite este link e, em seguida, role até o fundo e procure por erros de URL comum.

 

No entanto, vamos explicar tudo aqui com mais detalhes. As pessoas muitas vezes esquecem que há dois tipos de páginas 404. Os do seu site e dos sites de outras pessoas. Ambos podem afetar seu site, mas os que mais afetam você são os sites de outras pessoas.

 

“O quê? Os 404s de outros sites podem impactar meu site?”

 

Sim, isso mesmo. Se seu site se vincula a outros sites que retorna um 404, ele pode impactar negativamente seu posicionamento. Lembre-se, não são tanto os 404 que causam o problema, mas os links para os 404s. Sem links para 404s, sem 404s. Então é melhor você não criar links para estas páginas 404s.

 

404s de entrada

 

Os 404 recebidos são URLs de outros sites que apontam para o seu site, mas retornam um 404. Os 404s de entrada nem sempre são fáceis de consertar. Isso porque você não pode alterar os URLs em outros sites, se você não os possui. No entanto, há soluções alternativas, como o redirecionamento 301, que a UpSites já escreveu sobre o assunto aqui no blog. Isso deve ser mantido como última opção, caso você não possa corrigir a URL.

Isso não te afeta negativamente. Quero dizer, por que você deveria ser punido? Talvez alguém tenha escrito errado, ou talvez você tenha apagado a página porque não é mais útil. Você deveria ser punido por isso? O senso comum diz que você não deve e o Google concorda.

Se você excluiu uma página com backlinks apontando para ela (embora não seja uma boa ideia excluir tal página) você deve ter certeza de que você tem um redirecionamento 301 configurado. Se não, todo o link de participação dos backlinks será perdido.

Um 301 é obrigatório, porque muitas vezes você não será capaz de alterar todos os backlinks. Vamos pegar as mídias sociais, por exemplo. Em uma plataforma de mídia social como o Facebook, um post com um link quebrado poderia ser compartilhado milhares de vezes. 

O link interno quebrado é comum em grandes sites com milhares de páginas ou lojas com URLs e filtros dinâmicos. Talvez você tivesse um menu estático em algum lugar com alguns filtros dinâmicos que não existem mais. As possibilidades são várias.

 

Como corrigir 404s recebidos

Consertar URLs 404 de entrada nem sempre é muito fácil. Isso é porque você não está no controle total. Se alguém errar um link apontando para o seu site, você terá que convencê-lo a corrigi-lo. Uma boa alternativa para isso é redirecionar esse link quebrado para o recurso certo. No entanto, o 301 é obrigatório, apenas para ter certeza.

Para encontrar links quebrados recebidos, você pode usar o Site Explorer do CognitiveSEO. Digite seu site, clique em enter e vá para a guia Páginas Quebradas.

erro afeta seo

 

Se você clicar na linha azul, você pode ver quais links estão apontando para sua URL 404. A linha verde representa o número de domínios totais apontando para ela. Alguns domínios podem vincular-se à sua página quebrada várias vezes. Por exemplo, a segunda linha mostra 33 links provenientes de 12 domínios.

Então para arrumar os links, o melhor método é entrar em contato com os proprietários dos domínios e apontar educadamente que houve um erro. Mostre-lhes o link correto/novo e avise os parceiros que estão apontando para uma página quebrada. A maioria deles vai querer consertar o link, pois isso é bom para eles também.

Lembre-se, 404s geralmente devem ficar 404. Nós só os redirecionamos quando eles pegam tráfego ou têm backlinks apontando para eles. Se você alterar uma URL ou excluir uma página e ninguém se associa a ela ou ela não recebe absolutamente nenhum tráfego (verifique com o Google Analytics), é perfeitamente bom para ele retornar um 404.

 

Saída 404s (Inclui 404s Internos)

Os 404s de saída são muito mais fáceis de consertar porque você tem controle total sobre eles. Isso é porque eles são encontrados em seu próprio site. Você é que está linkando a eles. Claro, alguém pode ter te prejudicado excluindo uma página ou alterando sua URL, mas você ainda é responsável por monitorar isso

O único tipo de link 404 que gealmente prejudicam seu site são os que estão nele. Quando você adiciona um link em seu site (como por exemplo em um blogpost) que aponta para outro site, você tem que ter certeza de que a URL realmente existe ou que você não a escreveu errado. 

Links quebrados criam má experiência do usuário e todos sabemos que o Google (e provavelmente outros mecanismos de busca também) se preocupa com a experiência do usuário.

O Google rastreia a web o tempo inteiro, então se você mostrar a ele que seu site tem um link quebrado, provavelmente será penalizado de alguma forma.

É por isso que, de vez em quando, é uma boa ideia verificar se você não está linkando em seu site ou blog à páginas com erro 404. Nunca se sabe quando um link pode ficar inativo ou quebrado, então a melhor maneira de saber isso é usar algum software que rastreia seu site o tempo todo.

 

Como corrigir saídas 404s

Consertar os erros 404s de saída é mais fácil porque você tem controle total sobre eles. Eles estão no seu site, então você pode mudá-los.

Para encontrá-los, você pode usar o Screaming Frog ou Xenu Link Sleuth. Este último é seguro, funciona e é grátis.

Se você tem uma assinatura screaming frog, vá em frente e rastreie seu site. A versão gratuita suporta 500 URLs, mas um novo site com menos de 500 URLs raramente tem links quebrados. Depois que o rastreamento estiver concluído (pode levar horas ou até dias para sites grandes), vá verificar a guia Código de Resposta e, em seguida, filtre-o procurando por 404. Na parte inferior, vá até a seção Inlinks para encontrar a localização da URL quebrada em seu site.

 

Conclusão

 

Então, se você estava se perguntando se 404 erros prejudicam o SEO do seu site, agora você sabe a resposta. De qualquer forma, deixe-me resumir:

O erro 404 é sempre ruim, mas ele não afetará o SEO em si, a não ser que tenham links apontando para essa página quebrada. Ou seja, é sempre ruim para UX, mas só é ruim para SEO se tiver links, do contrário é normal e inofensivo. Lembrando também que tudo em excesso é prejudicial, então se você tiver milhares de páginas 404 com certeza será bem pior do que só algumas dezenas.

Tendo tudo isso em vista, agora é hora de você colocar a mão na massa e corrigir todos os erros 404 do seu site. Agradecemos por ter prestigiado o nosso artigo até o final, e se gostou, compartilhe com seus colegas também. 

 

 

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post