Break even: como calcular o ponto de equilíbrio de sua empresa digital

compartilhe esse post

O Break even de uma empresa, seja ela digital seja tradicional, pode ser calculado de maneira fácil, apesar de muitos empresários não conhecerem a técnica. Este indicativo mostra o quanto a sua empresa deve ter de receita para alcançar o ponto de equilíbrio, em que a empresa arca com todos os seus custos e com os investimentos que foram feitos para a sua abertura, e passa a gerar lucros.

A técnica, também conhecida como ponto de equilíbrio, é exatamente o que esse termo significa: encontrar o momento em que as receitas e as despesas da empresa digital se equilibram, onde as contas estão pagas, a empresa sobrevive sem mais investimentos externos e, a partir disso, pode começar a gerar lucros para seus sócios e proprietários.

Conhecer o break even de sua empresa ou de sua agência de criação de sites é importante, não só para saber quando esse momento de equilíbrio vai chegar mas, também, para que a gestão financeira do seu negócio seja completa e você tenha todos os dados necessários para a criação de um plano de negócios, de um planejamento estratégico e um bom planejamento orçamentário.

O que é break even

Break even, também conhecido como break even point é uma expressão que, traduzida do original em inglês, significa ponto de ruptura, ou ponto de equilíbrio. Esse termo é usado na área de gestão de finanças para indicar aquele momento em que a empresa consegue cobrir todos os seus custos fixos e custos variáveis, mas ainda não tem lucro. Ou seja, o momento em que encontra o ponto zero, em que o seu funcionamento se paga e a partir do qual ela pode começar a gerar lucro.

Saber calcular esta variável é importante para que o empresário, independente do ramo, saiba qual é o faturamento mínimo necessário para que a empresa consiga cobrir seus próprios gastos e para que as despesas se igualem às receitas.

Qual a importância do break even ou ponto de equilíbrio

O período inicial de uma empresa de tecnologia, logo em seus primeiros meses, ou mesmo, anos de existência, a lucratividade é um fator bem distante da realidade. Algumas empresas, principalmente na área digital, precisam de muito tempo para recuperar os investimentos iniciais feitos para a sua abertura e para, efetivamente, começarem a ter lucros.

Isso porque, nem sempre as vendas iniciais ou o serviço prestado pelo empresário, têm saída suficiente para cobrir os cursos de operação da empresa e ainda gerar alguma forma de lucro.

Esse é aquele período em que o empresário e seus sócios devem fazer uso do capital de giro criado para a empresa, já que ele existe justamente para garantir a sobrevivência dela durante esse e outros períodos em que não há lucros ou há poucos lucros.

Nesse momento, saber como calcular o break even é importante para que o empresário e seus sócios saibam o quanto de vendas mensais ainda precisam fazer para que a saúde financeira plena da empresa aconteça. Alcançar o break even é a primeira meta de uma empresa e da qual depende a própria existência dela.

Embora a expectativa de lucros imediatos seja grande, ela é ilusória. Poucos empresários iniciam uma empresa sem dívidas e, mesmo que a sua empresa tenha sido aberta se a ajuda de nenhum empréstimo, os custos para a sua abertura foram cobertos do seu bolso e de seus sócios.

Esses investimentos também devem ser devolvidos quando pensamos em break even point real. A empresa só ultrapassou esse ponto quando até mesmo os investimentos feitos para a sua abertura foram cobertos.

É claro que você pode ignorar esses investimentos e considerar apenas a rotação real de dinheiro dentro da empresa para calcular o break even.

 

 

Break even mensal

De fato, muitos empresários deixam de considerar os custos iniciais da empresa na hora de calcular o break even. Esse cálculo, que leva apenas em conta as despesas e receitas mensais pode ser bastante útil para a saúde da empresa quando levamos em conta que estes resultados são mais próximos à realidade do dia a dia da empresa.

O cálculo, que leva em conta a sobrevivência da empresa de mês a mês é bem simplificado, da seguinte forma:

 

Receitas mensais: R$ 23 mil
Despesas mensais: R$ 23 mil
Saldo final: 0

 

Quando a sua empresa atingiu esse saldo zero, ou seja, as despesas mensais são exatamente iguais às receitas do mesmo período você encontrou o break even. Qualquer resultado abaixo disso representa prejuízos para a empresa e qualquer resultado acima, representa lucro.

Como calcular o Break even

Existem várias formas de calcular o break even e a que vamos mostrar é a mais usada pelos empresários, por ser a mais simples. Vamos ao passo a passo:

O primeiro passo é levar em consideração as seguintes variáveis:

Custos fixos: os gastos que são fixos no seu negócio. Aqueles que você vai pagar sempre, independente da produção, como conta de luz e folha de pagamento dos funcionários, servidores, internet, etc… como dissemos aqui.

Custos variáveis: os gastos que variam de acordo com a produção dos seus produtos ou prestação de seus serviços.

Vendas: a soma de todas as suas vendas e serviços.

Margem de contribuição: é o custo que a sua empresa tem para fabricar cada mercadoria ou para prestar determinado serviço. Você alcança esse valor subtraindo os custos variáveis pelo total de vendas.

Índice da margem de contribuição: você alcança esse valor dividindo a margem de contribuição pelo valor da receita total bruta da empresa.

 

Exemplo:


A receita total (RT) = R$ 100 mil.

O custo variável  (CV) = R$ 70 mil.

O custo fixo (CF) = R$ 19.500,00.

A margem de contribuição (MC) – que é o valor da receita total menos o custo variável (RT – CV) = R$ 30 mi.

O Índice da margem de contribuição (IMC) – que é a margem de contribuição dividido pela receita total (MC ÷ RT) = 0,3.

O Ponto de equilíbrio (PE) dessa empresa será o custo fixo dividido pelo IMC (CF ÷ IMC), igual a R$ 65 mi.

Ou seja, o valor de R$ 65 mi é o que essa empresa precisa atingir para cobrir todas as despesas fixas e variáveis. Tudo o que passar desse valor será o lucro com o produto ou serviço que oferece.

 

Simples, não é?

 

O ideal no momento em que você e seus sócios forem fazer esse e outros cálculos que envolvam a gestão financeira do seu negócio, que a sua empresa tenha implementado um software de gestão empresarial. Isso porque, um programa do tipo, como o QuantoSobra, vai automatizar a gestão de todas as áreas da sua empresa, inclusive a financeira, permitindo que você tenha acesso a relatórios atualizados sobre a situação e funcionamento de todos os setores e seus resultados.

Isso facilita o cálculo do break even e também de todas as outras métricas necessárias para o bom desempenho do seu planejamento estratégico e monetário.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post