Portfólio digital: o que é e como fazer?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Você sabe o que é um portfólio digital e como fazer um? Hoje em dia, ter uma presença online se tornou uma necessidade para profissionais criativos, incluindo quem realiza trabalho de web designer, produção de conteúdo, criação de sites, entre muitos outros. 

Mas não pense que ter uma presença na internet é somente para carreiras com foco em criatividade – publicidade e propaganda, jornalismo, design, etc. -, outros tipos de profissionais que também precisam divulgar seu trabalho, como quem atua na área de contabilidade, por exemplo, também precisam. 

E uma boa opção para atender a todos esses profissionais é a criação de um portfólio digital – também conhecido como portfólio online -, que é uma versão moderna de um cartão de visita, um currículo e vitrine de projeto, tudo em um. Afinal, é o lugar certo para todos os clientes e empregadores em potencial que desejam contratar você. 

Com tudo isso em jogo, uma simples apresentação de slides de projetos anteriores dificilmente chamará a atenção de potenciais clientes. Logo, um portfólio digital é uma oportunidade de divulgar suas habilidades para o seu público-alvo – que pode ser clientes ou empresas que você deseja trabalhar. 

Mas, afinal, como eu posso criar um portfólio online? 

Nesse artigo você vai entender o que é um portfólio, como fazer o seu da forma correta – de acordo com seu nicho –  e principalmente, como se diferenciar da concorrência e divulgar seu trabalho para quem está procurando por ele.

E já deixo a dica, é uma ótima maneira de usar o marketing digital para alavancar sua carreira.

Se interessou? Então fique comigo até o final!

Os Tipos de Portfólio

Podemos separar basicamente em dois tipos:

  • Portfólio Físico e
  • Portfólio Digital.

O físico é como aquela “pastinha”, ou seja, é algo que você carrega fisicamente para demonstrar do que você é capaz em uma prospecção.

Não ignore nem desdenhe o poder de um portfólio físico, pois ele “enche” os olhos de seu lead (ou prospect) em qualquer reunião de negócios.

Porém, dependendo do seu nicho, pode ser algo que ocupe muito espaço e/ou, inviável de ser transportado para qualquer lugar.

Por isso mesmo, os portfólios digitais ganharam muita força de anos para cá.

Eles podem ser replicados em arquivos infinitos e acessados por várias pessoas ao mesmo tempo – não se preocupe com isso agora, pois falaremos mais adiante sobre divulgação.

Agora o que importa é você entender que um não substitui o outro, porém a versão digital trouxe uma nova vida e roupagem para a maneira como você pode apresentar seus trabalhos.

Cabendo inclusive, dependendo do seu orçamento e conhecimento, apresentações interativas e imersivas – mas isso é muito técnico e não abordarei aqui.

Benefícios de um Portfólio Digital

Os benefícios de você digitalizar seus trabalhos não param por aí. E o principal deles é o alcance.

Enquanto o portfólio tradicional você precisa estar fisicamente junto de seu prospect – o que limita você a captar cliente a cliente – o digital pode ser facilmente acessado por qualquer pessoa a qualquer momento.

Resultado: você multiplica suas oportunidades de contato e guarda sua energia para visitar e, se preciso, levar a versão física do seu portfólio somente para futuros clientes realmente interessados.

Outra vantagem é a personalização, pois como eu disse, alguns portfólios digitais permitem uma interatividade maior por parte do futuro cliente, dando a ele a possibilidade de ver somente o que realmente o interessa.

 

Dicas para criar um portfólio digital

Agora que você já sabe que um portfólio digital funciona como um cartão de visita ou currículo moderno, também é importante compreender quais são os principais passos para que você comece a criar o seu. 

Com o conjunto certo de ferramentas, você pode construir uma presença online poderosa. Antes de conferir nossas dicas, lembre-se de que seu portfólio representa você e o seu trabalho, mas em formato digital. Portanto, capriche em sua criação para transmitir a imagem que deseja. 

Dito isso, aqui está nossas dicas para que você comece a criar o seu portfólio online.

Escolha a plataforma certa

A escolha da plataforma é uma das principais dúvidas no momento de criar um portfólio digital. Você pode contratar um profissional para criar seu portfólio online, ou pode tentar fazer por conta própria – o que é totalmente possível. 

Embora os desenvolvedores possam personalizar quase qualquer site ou modelo de acordo com suas necessidades, existem algumas plataformas disponíveis no mercado que são muito intuitivas e fáceis de serem utilizadas. Aqui estão alguns exemplos:

  • WordPress;
  • Wix;
  • Shopify – se for um portfólio de produtos;
  • Squarespace;

O WordPress é uma das principais plataformas para criação de sites, sendo uma opção muito utilizada para portfólio digital. No entanto, as outras opções também são amplamente utilizadas, sendo uma boa opção realizar testes para escolher a opção que mais atenda às suas necessidades.

Crie um bom conteúdo

Seu portfólio digital não precisa ser uma linha do tempo de todos os projetos que você realizou até hoje. Muito pelo contrário, você precisa se concentrar apenas nos seus melhores trabalhos.

Isso significa que você pode exibir seus projetos finais favoritos, ao lado daqueles que foram amados pelos clientes – mesmo que você não os ame. Isso lhe dará a chance de apresentar um depoimento de cliente. 

Depois de escolher seus trabalhos, pense em conteúdos para apresentar seus projetos. Como falamos acima, você pode inserir depoimentos de clientes ou montar uma história que conte como foi a realização do seu projeto – desde a necessidade do cliente. até o resultado final. 

Se você está começando agora a sua carreira e ainda não tem trabalhos realizados, não tem problema. Você pode começar a criar por conta própria e inseri-los em seu portfólio para mostrar o que você fez.

Aplique SEO corretamente

O SEO – otimização de sites para motores de pesquisa, como o Google – é essencial para qualquer tipo de site, inclusive um portfólio online. Ele é composto por diversas técnicas que garantem que seu site seja encontrado quando as pessoas estiverem procurando por seus serviços. 

Por exemplo, se você oferece consultoria de marketing digital para empresas locais e mora na cidade São Paulo, vai querer que o seu portfólio digital apareça nas pesquisa quando alguém que mora na cidade pesquise algo como: “consultoria de marketing digital perto de mim”. 

Para que o seu site apareça na primeira página de resultados – o que é extremamente importante, já que os usuários de internet não costumam passar para a segunda página de resultados -, é necessário investir em SEO. 

Dentre diversas ações e técnicas de otimização de sites, as principais que você deve aplicar em seu portfólio são: 

  • Uso de palavras-chave ideias para o seu público-alvo;
  • Otimização da velocidade do site;
  • Tags de títulos;
  • Backlinks;
  • Conteúdo relevante e otimizado.

Pense em um design de qualidade

Além de um bom conteúdo, também é muito importante que o seu portfólio online tenha um design de qualidade. Mais uma vez, pense que o seu site é uma representação de você e de seu lado profissional, o que significa que a qualidade é de extrema importância.

Ao planejar o seu portfólio, lembre-se de sempre utilizar as melhores imagens, temas de mais alta qualidade e design amigável – se for desorganizado os visitantes terão uma impressão negativa imediatamente. 

Aqui estão algumas dicas para te ajudar a planejar um bom design: 

  • Utilize sites como Pexels, PixaBay e Unsplash para encontrar imagens de alta qualidade e de uso gratuito, sem a necessidade de realizar pagamento.
  • Se você tiver orçamento, contrate um designer. O que você pode achar ótimo, pode não ser a melhor escolha para uma boa usabilidade, por exemplo. Um profissional conhece melhor as práticas e poderá oferecer a opção ideal para você.
  • Foque no simples. Prefira um template limpo e não sobrecarregue a página. Deixe que cada elemento se destaque por si só.

Insira prova social

Prova social é uma forma de compartilhar as opiniões positivas de seus clientes, o que é fundamental para chamar a atenção dos visitantes do seu portfólio digital. Se você não tem nenhum testemunho, comece por: 

  • Facebook: seus clientes deixaram comentários no Facebook? Eles podem ser adicionados ao seu site.
  • E-mails: seus clientes dizem coisas ótimas sobre o seu trabalho através de e-mails? Pergunte a eles se você pode usá-los como depoimentos. Na maioria das vezes, eles não costumam se importar. Porém, dê a opção deles editarem, caso queiram adicionar ou alterar algo antes dele ser divulgado. 

Se você não tem um bom testemunho, entre em contato com seus clientes. Envie e-mails, mas em vez de apenas pedir um depoimento, escreva um para eles e pergunte se eles podem avaliar e fazer alguma alteração. Essa é uma boa maneira de obter uma resposta rápida e tornar mais fácil para ajudá-los. 

Para quem ainda não realizou trabalhos para clientes, entre em contato com professores, antigos colegas de trabalho ou chefes anteriores. Todos eles podem falar sobre suas habilidades ou qualidades de trabalho. Assim que conseguir seus primeiros clientes, você pode atualizar os depoimentos.

Mantenha-o simples

Basta um único bom trabalho para você ser reconhecido e desejado por outros clientes.

Se você tentar “encher linguiça” com seu portfólio digital colocando tudo nele apenas para fazer volume, pode estar dando um “tiro no pé”.

Tenha em mente que a chance do seu prospect estar recebendo outros portfólios de seus concorrentes é grande. E vencerá quem mostrar maior qualidade – aliado a um bom pitch de vendas –  e não quem mostrar quantidade (na maioria dos casos).

Lembre-se: menos é mais.  Tendo isto em vista, apresente apenas o que realmente tenha qualidade, não é hora de mostrar quantidade e nem de ser emocional.

O portfólio de quem nunca trabalhou na área

Essa dica é para quem está entrando agora no mercado, e ainda não tem trabalhos profissionais para apresentar. Mas isso não precisa ser um entrave.

Siga essas dicas e você terá um portfólio digital e físico para apresentar.

Trabalhos acadêmicos contam

Se você está na faculdade, ou qualquer curso, faça o máximo de trabalhos que puder. Apresente para seus instrutores e peça seus feedbacks. Depois, selecione somente os melhores e inclua em seu portfólio.

Pergunte para seus instrutores que tipo de trabalhos eles gostariam de ver em um portfólio que, porventura, recebessem…

Se você não estuda, use seu tempo para prestar algum serviço comunitário dentro da sua área e capriche para dar o seu melhor.

O importante é você ser honesto e deixar claro que esses trabalhos não são profissionais, mas “ensaios”.

Dê os Créditos a Quem Merece

E por favor, dê os créditos a quem ajudou você. Nada de fazer trabalhos em grupo e colocar em seu portfólio como se fosse somente seu.

Além de antiético, isso pode pegar muito mal caso seu prospect já tenha recebido o mesmo trabalho em outros portfólios.

Apresente a pessoa que está por trás dos projetos

Separe um espaço para apresentar-se, muitas vezes escolhemos contratar alguém não pelas sua experiência, mas porque gostamos da pessoa. Acontece bastante.

Então, mostre quem é a pessoa por trás do portfólio. Esse pode ser o seu diferencial e quem sabe, o critério de desempate.

As principais categorias de portfólios

Até agora eu apresentei dicas importantes que funcionam como base para todos os tipos de portfólio.

Agora vou apresentar algumas dicas específicas para diferentes situações. Com certeza essas dicas farão seu portfólio digital destacar-se ainda mais. Venha conosco:

Portfólio Acadêmico: como fazer um portfólio para faculdade

Se seu objetivo é conseguir uma bolsa, ou ter seu projeto de estudo aprovado, vale inserir tudo o que foi elogiado por seus professores.

Esforce-se para ter artigos publicados, participe do máximo de atividades extra-curriculares e congressos.

Nesse caso especificamente, mais é mais. Quanto mais ativamente você participar do mundo acadêmico, mais vai demonstrar que vivencia e entende do assunto e do meio.

Peça recomendações de seus professores sempre, isso reforça sua relevância.

Portfólio de redator

É muito parecido com o acadêmico. Em um portfólio digital você pode apresentar links dos seus artigos publicados – comece pela relevância do site que o publicou.

Mas, seja seletivo, sites e blogs que não tenham nada a ver com o nicho que você está buscando hoje devem ser incluídos somente se forem muito relevantes, caso contrário podem passar impressões contraditórias a seu respeito.

E por favor, revise-os todos e nunca apresente nada que tenha erros de gramática.

Portfólio de fotografia

Qualidade acima de tudo, mesmo que as imagens sejam mais pesadas e que acabam demorando um pouco para serem carregadas, ainda são mais relevantes que imagens borradas ou com resoluções baixas.

Ninguém quer contratar um fotógrafo pelo peso das imagens, mas pela sua visão e forma como captura os momentos, muitas vezes únicos, como casamentos e aniversários.

De certa forma é simples de você entender, basta ter em mente o que seu prospect precisa e qual a melhor maneira de você demonstrar para ele que o seu trabalho é a melhor escolha.

Portfólio de produtos

Escolha os trabalhos que mais valorizaram o produto em si. Seu cliente está buscando alguém que faça seu produto brilhar para seus clientes.

Mostre que você entende isso e pode entregar exatamente o que o “cliente do seu cliente” busca no produto.

Caso o produto seja seu, e você o esteja oferecendo, vale o mesmo conceito. Invista também em textos com copies bem elaboradas – menos focadas nas características e mais focadas nos problemas que ele resolve.

Qualquer que seja a situação, seu cliente está sempre em primeiro plano e seu portfólio digital deve deixar isso muito claro.

Portfólio para empresas

As informações que um portfólio desse tipo deve conter são basicamente as mesmas de um site.

Foque menos no indivíduo e destaque informações como a missão, a visão e os valores da empresa.

Sua razão de ser, seu papel na sociedade e onde ela se diferencia das outras são o principal objetivo a ser passado.

Como divulgar seu portfólio digtal

Depois de tudo pronto, de você ter em mãos um portfólio digital completo (e talvez um físico, também), chegou a hora de mostrá-lo para o mundo.

É aqui que você deve focar sua energia e tempo daqui para a frente. Pois de nada vai adiantar todo o seu esforço e trabalho se ninguém chegar até ele, não é mesmo?

Bem, se seu portfólio é acadêmico ou se você está buscando um emprego, provavelmente você já tenha os contatos dos recrutadores a quem enviar.

Se não tem, acredito que saiba onde buscar.

Porém, se você está prospectando clientes para seu negócio, não é tão simples. Mas não é difícil. Hoje em dia, com as redes sociais, não existe mais a desculpa de ninguém achar você.

Existem várias redes sociais, mas você não deve sair disparando em todas – tenha uma estratégia.

Se você seguiu todos os passos desse artigo, com certeza sabe exatamente quem é seu público alvo. Sabendo disso, fica fácil identificar qual a rede social mais propensa a ser utilizada por eles.

Se estivermos falando de empresas, aposte no LinkedIn. Essa é a rede corporativa de maior impacto para divulgar seus trabalhos. 

O LinkedIn permite links em seus posts, o que possibilita que você escreva artigos informativos e úteis para seu público alvo, e o convide ao final para conhecer seu portfólio.

Outro que permite links nos posts é o Facebook. Porém, apesar de ser a maior rede social do mundo atualmente, sua entrega orgânica é muito pequena.

E você precisará criar uma fanpage para fazer um uso mais profissional, o que tem muito pouco resultado prático.

Porém, se você investir tempo entrando em grupos específicos do seu nicho e realmente interagir respondendo as dúvidas das pessoas, estará fazendo um bom uso da plataforma.

Só não cometa o erro de entrar nos grupos e sair oferecendo seus serviços, isso queima seu filme e ainda pode causar expulsão dos grupos.

Uma rede em plena ascensão é o Instagram, se seu portfólio digital incluir muitas imagens ele será perfeito para sua divulgação. E você pode criar um link do Whatsapp e colocar no seu Instagram para facilitar o contato.

Mas, acima de tudo, entenda a dinâmica de cada rede e respeite as políticas de comunidade de cada uma delas.

Saiba que ninguém entra em um feed esperando receber uma oferta, as pessoas estão lá para se relacionarem com outra pessoas.

Então faça isso. Relacione-se e mostre-se solícito e relevante em seu nicho, assim as suas vendas virão.

 

Conclusão sobre portfólio digital

Agora que você já sabe o que é um portfólio digital e conferiu algumas dicas sobre como fazer sua criação, que tal começar a fazer o planejamento do seu? 

Se você trabalha de forma autônoma e quer obter mais clientes ou deseja conquistar uma vaga em uma empresa, ter um portfólio online vai ser extremamente importante para você conquistar seu objetivo. 

Com nossas dicas, você poderá criar um portfólio digital que irá impressionar todos os visitantes e mostrar para eles tudo o que você tem a oferecer.

Portanto, mantenha uma rotina de constante atualização, faça cursos online ou presenciais de negócios e marketing. Participe de eventos e mantenha-se ativo onde seus clientes estiverem.

Acreditamos que um portfólio digital que siga as dicas desse artigo coloque você em vantagem em qualquer situação.

Mas ter como prioridade conhecer seu público e resolver seus problemas é o que vai destacar suas soluções no mercado.

Falando em se destacar no mercado, continue navegando pelo blog para aprender ainda mais como o Marketing Digital pode ajudar você a alavancar seus negócios.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email