Como tirar fotos de produtos para loja virtual

compartilhe esse post

Tão importante quanto ter uma excelente loja virtual é demonstrar tal qualidade. Quanto antes o impacto positivo for produzido no cliente, maiores as chances de conquista-lo.

Clareza, honestidade e beleza nunca são demais na apresentação de um produto ou serviço.

Por isso, vamos juntos conhecer os segredos da fotografia de produtos. Dessa forma, você poderá conquistar novos clientes e alavancar seu e-commerce. Me acompanhe!

Trazendo os clientes até você

Assim como em lojas físicas, o e-commerce possui seus próprios mecanismos para conquistar o desejo e transmitir credibilidade a novos clientes.

Layouts bonitos e responsivos, atendimento personalizado, soluções de segurança. Há uma gama imensa de opções.

No entanto, esses elementos apenas tornam-se um diferencial quando o cliente já está em seu espaço virtual. Quando já tem interesse em você e em seu produto.

Antes, porém, é preciso levá-lo até sua loja virtual e conquistar a confiança do novo visitante para que compre seus produtos.

Fotografia de produtos: a vitrine do e-commerce

Nossos dias são cada vez mais corridos. A última revolução da tecnologia nos entregou poderosos celulares com acesso 24 horas por dia à internet.

Entretanto a navegação das pessoas tende a fica concentrada principalmente nas redes sociais. Facebook e Instagram são plataformas muito visitadas. E, onde está o cliente, lá devemos estar também.

O maior problema repousa no gigantesco volume de atualizações e propagandas concorrentes. Se o cliente estiver pesquisando seu nicho de mercado, vários outros anúncios surgirão na timeline, tentando ser percebidos.

Diante disso, precisamos nos posicionar não só como diferentes, mas melhores. E o segredo está em nossa capacidade de produzir anúncios interessantes.

Isso significa, necessariamente, fotos de excelente qualidade. E por isso, você deve entender a grande importância de gerar fotos de qualidade dos seus produtos.

Primeiros passos para tirar fotos de qualidade

Todos nós temos pelo menos uma câmera e, com ela, tiramos fotos quase que diariamente. Selfies, paisagens e retratos do cotidiano povoam a galeria de imagens do nosso celular, não é mesmo?

Acontece que, ainda que tenhamos intimidade com a câmera, isso não nos torna profissionais na arte de fotografar.

Capacitação, bons equipamentos, prática e habilidade de edição são fundamentais se pretende preparar fotos de qualidade dos seus produtos.

Por isso, vamos analisar cada uma das etapas em nossa qualificação:

O estudo da fotografia

Nosso primeiro e maior passo consiste em aprender os conceitos e técnicas que diferenciam a fotografia comum, aquela do dia a dia, da fotografia profissional.

Afinal, para tirar o melhor de uma câmera temos que conhecer os fundamentos que baseiam a produção.

Saber qual câmera e lente escolher, manipular o foco, obturação, padronização, temperatura de cor, enquadramento. Há tanto a ser estudado, compreendido e praticado antes do primeiro clique.

Por essa razão, antes mesmo de investir em qualquer equipamento, é extremamente necessário estudar e isso posse ser feito com um curso de fotografia online.

Escolhendo o equipamento

Um celular de moderno pode ser extremamente útil e há muitos modelos que não perdem muito para as câmeras profissionais.

Se seu orçamento é limitado é uma boa opção para começar. Mas lembre-se: mesmo os aparelhos mais modernos, com as melhores câmeras, ainda não possuem todas as funcionalidades de uma câmera profissional ou semiprofissional.

Assim, tão logo seja possível adquirir uma, o faça.

Para ajudar em sua escolha, a Zoom lançou review das 13 melhores câmeras em 2018, partindo das compactas para as profissionais. Dê uma passada por lá.

Tripé – Um elemento indispensável

Como nosso objetivo é otimizar a fotografia de produtos, existe um item que nunca pode faltar: o tripé.

Um bom tripé não apenas acomoda a câmera como, para melhores resultados, a deixa alinhada. Isso porque a presença de um nível garante que o horizonte da câmera esteja perfeitamente de acordo com as variações do piso.

Manter a câmera imóvel e alinhada proporciona foco incrível, tremores ao nível zero e nenhuma variação de iluminação entre o preview e o resultado.

Tripés podem, ainda, admitir celulares, proporcionando estabilidade e alinhamento e melhorando incrivelmente o resultado final de suas fotos.

Capriche na qualidade da iluminação

Parece óbvio, mas não vemos nada sem auxílio da luz. Ela determina cores e clareza tanto para nossos olhos quanto para nossas lentes.

Um ambiente de pouca iluminação pode resultar em pouca qualidade da foto. Um iluminado demais poderá saturar o resultado, tornando-o inútil.

O resultado, claro, dependerá da proposta. Mas, como estamos falando de fotografia de produtos, devemos tratar nitidez e adequação à identidade visual como pontos principais.

Seja com uso da luz solar, seja com iluminação artificial, a fotografia de produto deve estar de acordo à realidade. Caso contrário, danos às vendas ou mesmo insatisfação do cliente podem vir a ser dor de cabeça futura.

Há muitas formas de produzir uma ótima iluminação artificial sem precisar gastar muito. Você poderá conhecer alguns deles visitando o iPhoto Channel. Lá, cinco truques de iluminação caseira são ensinados.

Edição: a mágica na pós-produção

Talvez você consiga, com estudo e equipamentos, o resultado perfeito logo de cara ao tirar sua fotografia de produtos. Não é impossível.

Contudo, na grande maioria das vezes, será necessário algum retoque, correção de cor, de luz, aplicação de filtros e efeitos.

A edição proporciona não só ajustes como melhorias que seriam impossíveis com um equipamento mais simples ou fora de um estúdio profissional.

Para a pós-produção fotográfica, o software Photoshop CC 2019, da Adobe, é uma excelente pedida.

E, caso não esteja familiarizado com ele, existem vários cursos online de Photoshop que podem ser úteis. Você verá como dominar a ferramenta torna seu trabalho final muito superior.

Fundo infinito

Nem todo produto é igual, muito menos possui as mesmas dimensões. Seus produtos podem ser roupas, quadros, veículos. E, como é de se esperar, não são todos tratados do mesmo modo.

Para produtos de consumo ou comunicação direta, muitas vezes o fundo infinito funciona bastante bem.

Ele consiste em um tecido ou revestimento uniforme, que ficará atrás e abaixo do produto fotografado sem quinas, facilitando a pós-produção da fotografia.

Há, também, fundos infinitos para fotografia de produtos pequenos, sendo econômicos. Você pode produzir um até mesmo em sua casa. Aprenda como aqui.

Use pessoas nas suas fotos

Nem sempre é possível investir em modelos, mas, sempre que for possível e o produto permitir, faça fotos de pessoas utilizando seus produtos.

A primeira vantagem é que isso irá humanizar as suas fotografias, passando mais credibilidade e confiança para o cliente.

A outra vantagem é a possibilidade de o cliente ver o seu produto em tamanho real. Muitas lojas pecam nesse quesito o que é um erro tremendo, a imaginação do cliente pode mudar a percepção do tamanho do produto e nem todos vão ler a descrição.

Nem tudo são ferramentas: a criatividade na fotografia de produtos

Você já estudou fotografia, já adquiriu os equipamentos e dominou o processo de edição. Chegou a hora de sair clicando, certo?

Sim, mas tendo em mente que nosso objetivo é não apenas ter uma boa foto, mas diferenciar-nos do que já existe.

Desse modo, a sua criatividade precisa ser alimentada. Pesquisar por trabalhos de concorrentes, e até buscar inspiração em sites similares no mercado exterior.

É importante treinar o seu olhar para identificar elementos que podem ser usados para tornar únicos e destacar os seus produtos.

Exemplo de uso criativo de fotografia de produtos sem fundo infinito

Vamos pensar em anúncios bonitos e funcionais para uma loja de semijoias, joias e bijuterias, certo?

Quando pensamos nesse nicho, imediatamente nos lembramos de catálogos de venda.

Neles, vários itens posicionados lado a lado, informações de código do item e preço são tudo que consta no anúncio. O fundo infinito, aqui, é quase sempre utilizado.

Porém você se lembra quando falamos de redes sociais? Uma fotografia da joia sobre um fundo branco passa a impressão de uma loja de sucesso? Ou parece mais um anúncio de fones de ouvido do Mercado Livre? Não seria mais interessante criar todo um cenário que comunicasse poder e distinção?

Agora, imagine a mesma joia fotografada sobre uma bancada de madeira, com árvores ao fundo e luz solar abundante. É claro que a luminosidade e muitos detalhes devem ser trabalhados. Mas o resultado final seria muito mais impactante.

Experiências nem sempre darão certo. A abordagem, volta e meia, precisará ser revisada. Mas é importante testar. Dar-se a chance de conseguir algo novo, sofisticado.

Fotografias contam histórias

O grande segredo para o sucesso na fotografia de produtos é sempre lembrar que uma foto é um filme. Um filme que contêm toda uma história numa única cena.

Exibindo seu produto, você quer vende-lo. Simples assim. Mas apenas querer não resolve. É preciso convencer, gerar o desejo, mostrar como, dentre todas as opções, a sua é melhor escolha.

Saiba: à medida que você aplicar esses conselhos nas suas produções de fotografia de produtos, sempre experimentando o novo e ousando, você verá como é possível empregar melhor os investimentos em publicidade, posicionando-se para seus clientes como a escolha certa.

Assim que conseguir melhorar seus números usando nossas dicas, volte aqui e nos conte do grande futuro que está fabricando. E, se encontrou dificuldades em algum ponto, basta deixar um comentário que tratamos de esclarecer qualquer uma de suas dúvidas.

O mais importante para nós é o sucesso de seus negócios. Disso você não pode abrir mão.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post