Quanto custa um site e-commerce: Custos, Despesas para montar um e-commerce

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Normalmente, existem mais de uma forma de configurar um site, você sabia disso? Tudo depende diretamente de qual será a sua função. Por exemplo, existem blogs, sites institucionais, sites de e-commerce, entre muitos outros. Mas, qual será o valor de cada um deles? Quanto custa um site e-commerce, por exemplo?

Antes de qualquer coisa, vale ressaltar que essa não é uma pergunta fácil de responder, mas neste artigo você encontrará uma visão geral sobre o assunto.

Não importa se o seu objetivo é começar um novo site e-commerce ou reconstruir um já existente, estas são as principais considerações que irão influenciar o custo:

  • Quais são as suas necessidades específicas?
  • Qual plataforma deseja usar?
  • Qual ajuda especializada é melhor para o seu caso?

Sendo assim, para saber quanto custa um site e-commerce continue a leitura deste artigo até o final.

Quanto custa um site e-commerce: Plataformas com hospedagem inclusa x Hospedagem contratada a parte

Em primeiro lugar, é importante falar um pouco sobre a questão da hospedagem de sites. Afinal, isso também influencia na questão de quanto custa um site e-commerce.

Qual é melhor: Plataformas com hospedagem inclusa ou e-commerces com hospedagem contratada a parte? Há vantagens e desvantagens em ambos os casos. Veja mais a seguir:

1. Plataforma com hospedagem inclusa

Uma plataforma hospedada é um software que é executado no servidor nativo da própria plataforma. Em outras palavras, não será possível ter acesso ao código que executa o seu site.

Vantagens:

  • Fácil de usar;
  • Não precisa atualizar manualmente;
  • Hospedagem eficaz.

Desvantagens:

  • Personalização difícil.
  • Impossibilidade de acesso a backup e códigos conte
  • Impossibilidade de migração

pessoas calculando quanto custa site ecommerce

2. Hospedagem contratada a parte

Uma solução com uma hospedagem contrata a parte é executado no própria servidor do cliente. Você cria, vê o código e é responsável por fazer o upload e atualizá-lo.

Em caso de problemas técnicos, por exemplo, é sua responsabilidade consertar ou pedir ajuda de alguém especializado.

Vantagens:

  • Personalização fácil;
  • Controle de tudo (backups, migração, códigos fontes)

Desvantagens:

  • Maior custo de configuração;
  • Configuração e monitoramento independentes.

Além dos gastos com hospedagem, é necessário calcular outros gastos na manutenção de sites. Afinal, com o tempo você vai entender que é fundamental criar um site responsivo tanto para o Google quanto para seus usuários.

O que você realmente precisa?

Antes de entrarmos no assunto de quanto custa um site e-commerce, é importante entender as especificidades do seu negócio.

É tentador optar por um site que tenha absolutamente todos os recursos disponíveis.

No entanto, será que tudo isso é necessário? Será que ao invés de ajudar, todas essas questões não vão atrapalhar ainda mais o processo? De que forma isso afetará na questão de quanto custa um site e-commerce?

Todas essas perguntas devem ser feitas antes de tomar qualquer decisão.

Na maioria das vezes, você só vai complicar o seu site optando por diversos recursos sem ao menos descobrir o que seu negócio e seus clientes realmente precisam.

Pedir mais recursos aumentará o custo, então pense no que é vantajoso também para sua lucratividade e reais necessidade no memento.

Menos é mais

Sempre escolha começar com uma versão básica do seu site. Nesse estágio, tudo o que você precisa se preocupar é vender para o cliente.

Isso ajuda a minimizar os riscos, economiza dinheiro em complementos desnecessários e, finalmente, estabelece as bases necessárias.

Ao começar com uma abordagem básica, você pode iniciar mais cedo e, consequentemente, ganhar experiência operacional.

Além disso, também é possível reunir os comentários dos seus clientes em relação ao seu site para melhorá-lo.

Tudo isso te ajudará a descobrir os aplicativos e as novas funções que seu website realmente precisa.

As plataformas hospedadas incluem um volume de funcionalidades típicas que você precisará ao configurar um e-commerce, como um checkout e gerenciamento de inventário.

Isso permite que você se concentre em encontrar o design certo para o seu site ou adicionar recursos sob medida.

E, além disso, também ajudará a baratear a conta de quanto custa um site e-commerce. Ou seja, pode tornar o processo mais barato.

profissionais de agencia de criação de sites explicando quanto custa um site ecommerce gastos

Fale com especialistas em criação de sites

É verdade que não existe uma solução “tamanho único” quando se trata de sites de e-commerce de qualidade, então, eventualmente, você vai precisar uma agência para ajudá-lo.

A longo prazo, uma agência de criação de sites ajudará seu negócio a ganhar dinheiro, melhorando seu site e seguindo as práticas recomendadas. Eles também podem ajudar você a economizar dinheiro configurando seu website para facilitar a atualização.

Escolher a agência certa pode ser difícil. Aqui estão algumas coisas para procurar em uma agência de criação de sites:

  • Compromisso em aumentar as vendas e entender como transformar visitantes em clientes em todos os tipos de dispositivos;
  • Grandes análises de público e uma alta classificação no Google;
  • Um histórico comprovado de desenvolvimento de projetos sob medida;
  • Depoimentos de clientes;
  • Uma resposta concreta sobre quanto custa um site e-commerce pode ser dada com total segurança por uma agência qualificada;

Enfim, quanto custa um site e-commerce?

Ainda restou uma grande dúvida sobre quanto custa um site e-commerce? Existe, é claro, uma ampla gama de preços disponíveis e, assim como não existe um tamanho único em termos de design e funcionalidade do site, isso também se aplica aos preços.

Sendo assim, fizemos o nosso melhor para encontrar algumas taxas de referência a fim de ajudar na sua tomada de decisão. Confira abaixo:

Desenvolvimento e design do e-commerce numa plataforma com hospedagem inclusa: Cerca de R$ 120,00 a R$ 600,00/mês para um site básico, provavelmente construído no Shopify ou Wix, por exemplo.

Desenvolvimento e design do e-commerce numa plataforma com hospedagem contratada a parte: Cerca de R$ 3000,00 a R$ 10.000,00 para um site mais avançado e profissional, provavelmente construído no WordPress.

Sendo assim, ao concordar com um custo, garanta que o preço cotado seja o custo total e que não haja extras ocultos.

Um site de e-commerce é um grande projeto!  Antes de qualquer coisa, é necessário pensar exatamente no que deseja e precisa em seu site de comércio eletrônico.

A resposta real para a pergunta “quanto custa um site de e-commerce?” é simples: nada é tão padronizado. Todo negócio é diferente e todo negócio se desenvolve à sua maneira. O valor do seu site de e-commerce refletirá isso.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email