Joomla ou WordPress: Qual é o melhor plataforma para criar seu site?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Joomla ou WordPress, eis a questão.

Escolher entre as duas plataformas mais populares para construir sites pode ser difícil no início, mas uma comparação efetiva acelera o processo de tomada de decisão. 

A criação de um site tem alguns requisitos básicos:

  • Em primeiro lugar, você precisa contratar um serviço de hospedagem web.
  • O segundo passo é conseguir um endereço atraente para o seu site junto ao serviço de registrador de domínios, como NameSilo.
  • Em seguida, vem a parte difícil: o web design. Estas duas palavras dão medo em muita gente, que temem pela complexidade do serviço.

É aí que os CMS (Content Management Systems) – sistemas de gestão de conteúdo – entram em jogo. São plataformas que facilitam – e muito – o trabalho de construir um website, mesmo para aqueles que olham para a linha de código e só veem desordem.

De fato, o WordPress está liderando a corrida com um pouco de folga – quase um quarto de todos os sites usam ele. Mas Joomla! detêm uma importante segunda colocação.

Aqui você pode comparar as duas plataformas e nós vamos ajudá-lo a decidir qual se adapta melhor ao seu projeto, tendo em conta os seus conhecimentos de programação e o tempo que pretende passar se dedicando em seu site.

Joomla ou WordPress: Semelhanças

Primeiro, colocamos em campo tudo o que WordPress e o Joomla! têm em comum. A característica mais interessante é que ambos são gratuitos. Os gastos serão com servidor de hospedagem (mas não é difícil encontrar hospedagem barata) e com extensões e plugins.

Plugins e extensões são nomes diferentes para cada um dos CMS usados para mesma coisa. O que o WordPress considera ser um plugin, para o Joomla! é uma extensão. Ambos são elementos adicionais em que podemos instalar no seu site para fazer tudo.

Galerias de fotos, seções de comentários, formulários, gráficos, espaço para publicidade, sidebar flutuantes para hiperlinks: as possibilidades são ilimitadas. Ou quase.

O WordPress também dispara na dianteira nesse quesito. Há mais de 45.000 plugins disponíveis, contra cerca de 7.000 do Joomla! A diferença entre ambos é de assustar, mas os dois possuem o suficiente para quase todas as ideias que você tenha em mente.

Embora você possa usar plugins ou extensões gratuitas, alguns deles exigirão que você gaste algum dinheiro. No entanto, os preços não são particularmente absurdos e, o investimento, muitas vezes vale a pena.

A instalação do WordPress assim como o do Joomla! são bem simples. Várias empresas de hospedagem disponibilizam a instalação com um único clique. Em poucos segundos o seu site estará pronto para ser personalizado.

Isso nos leva ao terceiro ponto: ambos permitem modificar e ajustar a funcionalidade e a aparência do projeto de acordo com suas metas. Aqui, no entanto, começam as diferenças. Vamos dar uma olhada em algumas delas.

Joomla ou WordPress: Adaptação às necessidades do projeto

Independente de qual dos dois sistemas CMS que você escolher, o design de seu site dependerá dos templates. São temas prontos para usar, que você escolhe e… voilà: um novo aspecto para seu blog, loja virtual, etc.

Mas enquanto que o WordPress conta com um diretório de templates, o Joomla! não oferece nada disso. Neste caso, você terá que pesquisar na Internet temas de terceiros (isso não costuma ser um processo muito complexo) e, em seguida, subir o tema escolhido no diretório Joomla!.

Plugins e extensões

Igualmente como ocorre com os plugins, o arsenal do WordPress – tanto os templates já presentes na plataforma, como as que se podem ser encontrados no Google – é muito mais vasto. E, assim como nos plugins, você terá opções gratuitas e premium com preços para todos os bolsos.

As maiores diferenças começam a aparecer quando se quer ir além do que os temas oferecem logo de cara. Talvez um ou outro elemento não é adequado para você, ou você precisa de uma funcionalidade que não veio integrada.

Neste caso, o Joomla! você pode lidar com mais opções e ter mais liberdade para se mudar os detalhes do site, especialmente se você conhece os conceitos básicos de programação. A maior facilidade de utilização do WordPress vem de ser exatamente o oposto – talvez por sua própria segurança, ele te permite customizar muito menos.

Isso significa que o Joomla! permite que o seu site tenha um futuro mais amplo de alguma forma. Várias opções de customização abrem novas possibilidades para alterar o site, aumentar o seu tamanho, expandir as suas funcionalidades, dentre outros.

Ainda que isso venha requerer um pouco mais de conhecimento técnico, com o tempo, é muito fácil adaptar-se gradualmente a curva de aprendizagem.

Além do mais, ao selecionar um tema de WordPress, a estrutura de navegação do site é limitada no formato que vem com o tema escolhido por você, a menos que você entenda como alterar o código manualmente.

Já no Joomla! isso não ocorre: não importa qual seja tema, você pode reorganizar suas rotas de navegação sem ter que inserir comandos de texto.

Joomla ou WordPress: Tipos de web sites

O WordPress foi inventado como uma plataforma para blogs, e assim ele se destaca. A interface e os recursos desse CMS são, sugestivamente, relevantes para a construção de um blog, e se é o seu projeto, é possível que você já tenha feito a sua escolha.

Embora as adições de plugins possam transformar sua página do WordPress em um site de e-commerce, o Joomla! já vem mais preparado para tal. Isso vale também para páginas com mais complexidade e com mais recursos, mesmo que não-comerciais. Nesse quesito o Joomla! sai na frente.

Por exemplo, se você quiser criar um site com uma área para membros interagirem, fóruns de discussão e mensagens de terceiros, etc, deposite suas apostas no Joomla!. Ele será mais confiável se você for criar um projeto com várias seções, subseções, dentre outros.

Joomla ou WordPress: Maior segurança e controle

A segurança do Joomla! é um pouco mais precisa do que a do WordPress. Ele possui recursos como autenticação de dois fatores.

Devido à sua alta popularidade, o WordPress, eventualmente, se torna um alvo de ataques de hackers, o que pode fazer com que ele seja uma opção um pouco menos chamativa.

No entanto, ambos fornecem uma oportunidade de se fazer backups do seu site. Mas é sempre uma boa ideia investir em camadas adicionais de segurança. Podem ser em forma de plugins ou, de preferência, uma hospedagem com suas próprias medidas para combater hackers.

Quando se trata de controle, o que torna mais fácil a utilização do CMS, é que toda a gerência do site é através de um painel. Neste sentido, Joomla! e WordPress são semelhantes, e ambos os painéis são muito fáceis de utilizar.

Alguns usuários temem que o painel do Joomla!, à primeira vista, parece um pouco mais complicado. Mas isso é só uma primeira impressão; a navegação é tão simples como navegar em um painel do WordPress.

Cada ação é realizada por meio de botões autoexplicativos, e o sistema de atualização de conteúdo funciona na plataforma TinyMCE, como no WordPress. Ambos possuem áreas em que você pode digitar a informação que desejar e que nunca se perder.

Contudo, ainda que você ache que os painéis existentes não são suficientes para os seus projetos, você deve levar em consideração a contratação de programadores avançados. Dependendo de seus objetivos, esse investimento pode ser de grande valia, mesmo se ele não seja econômico. Lembre-se que tempo é dinheiro.

Cartada final: Joomla ou WordPress?

Depois disso, a sua escolha, acima de tudo, depende do tipo de projeto que você deseja construir. Relembrando: o WordPress é mais adequado para sites e blogs com navegação mais simplificada. O Joomla! destaca-se quando se trata de portais, fóruns, comércio eletrônico, etc.

Entretanto, se você acha que há outra razão que pesa mais e ainda quer construir um e-commerce em WordPress, você pode obter suporte em plugins e, em última hipótese, em uma agência de criação de sites profissionais.

Os dois CMS são eficientes e simples de usar. Em caso de dúvida, assine uma hospedagem com suporte para ambos e experimente até que decida qual é o melhor para a sua ideia. A escolha vem de você.

Caso você queira ler uma outra análise como essa, veja nosso post sobre “Wix ou WordPress” e descubra os prós e contras dessas duas plataformas de criação de sites.

Este artigo é uma contribuição do Everton Moraes. Dono do Sala da Elétrica, ele tem experiência em criação de sites nas mais diversas plataformas CMS.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email