Site por assinatura

Consultoria SEO

compartilhe esse post

As primeiras posições no Google não são tão coloridas quanto parecem. Acontece que mesmo que o seu site esteja em primeiro lugar, isso não garante que todos irão clicar no seu link! Apenas cerca de 1/3 dos que procuram clica nele. Mas quando seu link principal também mostra links adicionais, por exemplo, para categorias de produtos, você aumenta as chances de ser clicado. Estes são os sitelinks do Google!

Sitelinks do Google

À primeira vista, você pode ver que os sitelinks do Google são simplesmente sub links adicionais que aparecem sob o link principal do seu site. Eles geralmente aparecem quando você procura uma marca específica ou uma palavra-chave associada principalmente à sua marca.

Como você pode ver na tela acima, Upsites gerou 6 desses sitelinks.

Os sitelinks complementam o título e a descrição mostrados ao lado do link principal. O cliente não precisa ir ao site para vê-los. Ele pode clicar diretamente e ir para a subpágina na qual está interessado.

Nem todo mundo quer ver a página inicial, muitas pessoas querem ver detalhes, desta forma, você encurta o caminho para o cliente. Você economiza tempo, pesquisa e cliques subsequentes.

Nem todo site tem sitelinks e isso se deve a vários motivos. Mas, ao mesmo tempo, significa que a otimização apropriada, sobre a qual você aprenderá aqui, permite que você execute essa opção em seu site.

Mas lembre-se: mesmo se você tiver um site otimizado pra isso, eles podem não exibir esses links. Isso acontece quando o Google decide que seus links não serão úteis para o usuário.

Por que vale a pena usar os sitelinks do Google?

Já mencionei alguns motivos para usar sitelinks. Os clientes encontram o que procuram mais rapidamente e este é provavelmente o motivo mais importante. No entanto, existem mais alguns.

1 – Maior confiança do cliente

Basta olhar para a tela abaixo. O Google exibe sitelinks nas páginas em que mais confia. Quando um site é menos confiável, não há sitelinks.

A tela acima mostra que há confiança do Google na empresa de exportação, pois o Google oferece uma “tela” inteira para a empresa. O usuário deve rolar a tela para ver links de terceiros. E essa confiança se traduz no próximo tópico a seguir: o aumento de cliques.

2 – Aumento de cliques

Quando o cliente não vê uma alternativa (links para outras empresas), ele se concentra mais no que o Google mostra a ele. E você pode ver isso ainda mais claramente ao pesquisar no celular.

Dependendo do dispositivo do cliente (telefone ou computador), aproximadamente 30-35% das pessoas clicam no primeiro link. O segundo colocado já é de 17%, e o terceiro está em torno de 10%. Mas quando você soma um total de 7 links (link principal + 6 sitelinks), você obtém 70-80% de cliques! Isso é 2 vezes mais do que o primeiro lugar padrão.

E isso pode se traduzir diretamente em 2 vezes mais clientes, 2 vezes mais vendas e 2 vezes mais receita. Os céticos provavelmente dirão que não será tão colorido. Mas pense em quanto aumentará no seu caso em pelo menos 20 ou 30%?

3 – Você reforça a mensagem de sua marca

Olhe novamente para a tela abaixo. Veja como outros links de sites fortalecem a mensagem da empresa.

O terceiro link da segunda coluna fala sobre desenvolvimento Web novamente. O segundo link na coluna da esquerda fala criação de sites novamente. Sem mencionar as descrições em cinza que seguem cada sitelink. 4 em cada 6 falam sobre criar site/desenvolvimento Web.

Em uma palavra: escolha as subpáginas para seus Sitelinks que mais fortalecerão a mensagem de sua marca. Se for uma loja, selecione grupos de produtos, mas se for, por exemplo, um blog, vale a pena ter uma guia sobre o blog ou seu autor nos Sitelinks.

Como criar sitelinks do Google para o seu site?

Em primeiro lugar, não existe um botão que inicie os sitelinks para seu site ou loja. O Google decide por si mesmo se vai exibi-lo ou não. Você só pode preparar seu site para o fato de que, quando o Google finalmente quiser exibir esses links, ele estará pronto para isso.

Também não existe uma receita exata que diga para você clicar aqui e ali e estará tudo pronto.

Nome exclusivo da página

Você se lembra da tela que apareceu várias vezes acima. É uma tela com sitelinks para o site da Upsites.

Quando você insere “criação de sites” no mecanismo de pesquisa, os sitelinks da Upsites não aparecem mais. O resultado aparece assim:

Isso é chamado sitelink de uma linha. Eles funcionam de forma muito semelhante aos sitelinks do Google colocados em duas colunas. Eles simplesmente ocupam menos espaço na lista de resultados da pesquisa, o que os torna obviamente menos eficazes.

Se o Google decidir não mostrar sitelines de duas colunas ao lado de sua pontuação, eles provavelmente mostrarão aqueles em uma linha abaixo. Contanto que você faça toda a otimização de que estou falando agora.

Navegação clara da página

Este ponto pode parecer estranho. Por outro lado, é verdade que alguns sites têm muita dificuldade para os usuários navegarem por eles. Como deve ser a navegação simples e clara?

É melhor construí-lo na forma de uma árvore:

  • Cuja raiz será, obviamente, a página inicial
  • Na página inicial, há novos ramos: sobre a empresa, oferta, projetos, contato, etc.
  • Esses ramos crescem em ramos menores, por exemplo, a partir da oferta.

A maneira mais fácil de apresentar esta navegação é usando o chamado menu suspenso. Então você passa o cursor sobre a posição “oferta” e outros itens são desenvolvidos.

É apenas organizá-lo para ser intuitivo. Não só para o Google, mas principalmente para o cliente. Porque são as experiências positivas dele que podem afetar amplamente sua posição no Google.

Além disso, geralmente são as guias de navegação principais que mais tarde levam aos sitelinks exibidos pelo Google.

Trabalhar bem o blog

Os sitelinks ocupam o primeiro lugar no Google. Há alguns casos de blogueiros que primeiro criaram um canal no YouTube e só depois criam um site. Nesse ponto, o Google considera o canal do YouTube mais “confiável”.

Consequentemente, nos resultados da pesquisa, o canal do YouTube é o primeiro e o blog é o segundo. Efeito? Não são exibidos. O blog precisa ser mais desenvolvido para que ultrapasse a confiança no canal YouTube.

Vale a pena otimizar o site!

É verdade que você não tem garantia de que o Google escolherá exibir sitelinks em seu site. Mas você pode fazer muito para deixar seu site pronto para isso, assim que o Google der esse passo!

 

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Artigos relacionados