Site responsivo: O que é e por que você precisa de um design responsivo

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Um site típico, a pouco tempo atrás, era geralmente composto por um conjunto de arquivos (cada página da web é um arquivo individual). Cada arquivo contém um código HTML e diferentes conteúdos (texto e imagens). Sendo assim, as páginas tradicionais são estilizadas com arquivos chamados Cascading Style Sheets (CSS). Mas, e em relação aos sites responsivos? Será que também é assim que funciona? Nesse caso, o que significa site responsivo?

Um site responsivo aplica um conjunto alternativo de arquivos CSS, dependendo do dispositivo usado para acessar o site. Ou seja, o site aparece e “responde” de forma diferente com base nas medidas de largura e altura do dispositivo.

Por exemplo, enquanto alguém que visualiza o site a partir de um dispositivo como um computador vê um menu de navegação alinhado horizontalmente, alguém que visualiza o site a partir de um dispositivo móvel recebe um menu de navegação alinhado verticalmente, com texto maior e mais fácil de ler, já que a tela é menor.

Dessa forma, o design responsivo é uma abordagem relativamente nova do design de sites, a qual garante que os usuários tenham uma boa experiência de visualização, independentemente do tipo de dispositivo que estejam usando.

Tornou-se cada vez mais importante nos últimos anos, à medida que a propriedade de dispositivos móveis explodiu e as vendas tradicionais de computadores diminuíram.

E após a atualização do Google, ele prioriza sites otimizados para dispositivos móveis em seu algoritmo de resultados de pesquisa, é essencial garantir que seu site seja otimizado para dispositivos móveis usando o design responsivo.

Já sabe o que significa responsivo agora? Ainda tem dúvidas? Então continue a leitura para saber mais.

O que significa responsivo? História do site responsivo

Inicialmente, após o lançamento do iPhone, a tendência passou a ser criar sites separados para os dispositivos móveis para que os usuários tivessem uma boa experiência.

No entanto, embora fosse mais fácil do ponto de vista do desenvolvimento, havia um número significativo de desvantagens.

As desvantagens incluíram o aumento dos custos de manutenção, a necessidade de promover e manter sites separados para rankings de SEO  e até mesmo a necessidade de criar sites móveis diferentes para diferentes tipos de celulares.

Acredita-se que o web designer Ethan Marcotte cunhou o termo “design responsivo”.

Em 2010, ele publicou um artigo discutindo esse ambiente de rápida mudança em relação a dispositivos, navegadores, tamanhos de tela e orientações.

Sendo assim, construir sites separados para cada tipo de dispositivo simplesmente não seria sustentável.

Em vez disso, ele propôs um conceito diferente: design responsivo, que exige a criação de layouts flexíveis e fluidos que se adaptam a praticamente qualquer tela. Foi assim que as pessoas começaram a entender o que significa responsivo.

notebook em mesa acessando site responsivo

Por que o design responsivo é importante?

Houve um tempo em que as pessoas acessavam apenas sites de um computador. Dessa forma, a grande maioria tinha o mesmo tamanho de monitor.

Entretanto, como já falado anteriormente, hoje as pessoas acessam sites de diversos dispositivos diferentes, com telas que variam o tamanho entre de alguns centímetros. As expectativas mudaram.

Os consumidores esperam que o site que estão visitando saiba se eles estão usando um tablet em vez de um computador. Ou seja, eles esperam que o site se ajuste a eles – e não o contrário.

Diferentes dispositivos também vêm com diferentes expectativas em termos de usabilidade.

Por exemplo, as pessoas que visitam um website a partir de um smartphone esperam poder clicar em um número de telefone e fazer com que o telefone ofereça a opção de discagem automática desse número.

Da mesma forma, eles esperam que um endereço tenha uma opção de “como chegar” que utilize o GPS do telefone.

Um site responsivo leva tudo isso em consideração e se ajusta automaticamente para fornecer aos visitantes a melhor experiência de usuário possível, independentemente do dispositivo usado para acessar o site.

Agora que você já sabe o que significa um site responsivo, que tal aprender quais são as técnicas utilizadas para fazer um site desses?

Desenvolvimento de um site responsivo

O design responsivo consiste em três princípios de desenvolvimento. Para funcionar corretamente, todos os três precisam ser implementados:

  • Grades de fluidos;
  • Consultas de mídia;
  • Imagens flexíveis e mídia.

1. Grades fluidas

Um layout flexível baseado em grade é a base do design responsivo. Ele usa o dimensionamento relativo para ajustar o conteúdo ao tamanho da tela do dispositivo.

O termo “grade” é um pouco enganador, porque, na verdade, não é necessário implementar nenhuma das estruturas de grade disponíveis.

Em vez disso, o CSS é usado para posicionar o conteúdo. Essa abordagem é baseada em porcentagens e foge dos princípios tradicionais de design baseados em pixels.

O design responsivo se afasta da abordagem baseada em pixels porque a quantidade de pixels em dispositivos diferentes pode variar bastante.

Ao basear o tamanho, as larguras e as margens do texto em porcentagens, um tamanho fixo pode ser transformado em um tamanho relativo ao seu espaço de exibição.

Essa é apenas uma das partes que precisam ser entendidas se você deseja saber mesmo o significa responsivo.

pessoa acessando em notebook um site responsivo

2. Consultas de mídia

As consultas de mídia, também conhecidas como pontos de interrupção, podem ser usadas para aplicar estilos diferentes com base nos recursos do dispositivo.

O site detecta o tipo de dispositivo que você está usando ou o tamanho do seu navegador e exibe a página corretamente.

Para ver isso em ação, amplie a janela do seu navegador para tamanhos diferentes. Observe como a página se ajusta.

Os recursos podem ser usados ​​para controlar a largura, a altura, a largura máxima, a altura máxima, a altura do dispositivo, a orientação, a proporção, etc.

3. Imagens flexíveis e mídia

Esse recurso permite que você adapte imagens e outras mídias para carregar de forma diferente, dependendo do dispositivo, escalando ou usando a propriedade de estouro de CSS.

O dimensionamento em CSS é relativamente simples – a largura máxima do elemento de mídia pode ser definida em 100%, e o navegador da web fará a imagem encolher e expandir dependendo disso.

Agora que você já sabe sobre como montar um site responsivo, veja nosso artigo sobre como testar a responsividade do seu site!

Conclusão

Sendo assim, depois de entender o que significa responsivo você com certeza já sabe o tamanho da importância desse tipo de site, não é mesmo?

Além de ser ideal para o usuário, também ajuda o ranqueamento do Google e a aumentar o tráfego do seu site.

Quer saber quanto custa um site profissional? Clique aqui!

Não perca mais tempo e invista na criação de site responsivo o quanto antes.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email