Marketing de relacionamento: o que é e como usar?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Buscar maneiras de atrair o cliente, fazer com que ele sempre se lembre da empresa e criar experiências que resultem em sensações positivas não são ações aleatórias, todas elas são baseadas em criar um veículo com o consumidor e, muitas vezes, resultado do marketing de relacionamento.

Há quem pense de forma errada que o marketing de relacionamento é feito em apenas um único momento, por exemplo, quando um corretor entra em contato para vender um seguro auto. Isso é mero engano, ele é construído com uma série de ações que visam manter o cliente próximo em diferentes momentos enquanto cria a fidelidade.

De forma resumida, podemos dizer que o marketing de relacionamento é um conjunto de ações. Elas visam divulgar a marca, fazer com que se torne referência no assunto e fidelizar os clientes. Esses não apenas consumirão os produtos como ajudarão na divulgação por conta de suas experiências positivas.

Sabe como saber se o objetivo foi atingido? Analisando como a pessoa rege quando é questionada por outro sobre algum produto vendido.

Vamos supor que uma mulher estava buscando a criação de loja virtual e ao pesquisar encontrou um site que disponibiliza muitas informações. Ao entrar em contato com a empresa, obteve um retorno rápido e conseguiu esclarecer todas as suas dúvidas.

Passados alguns dias, ela faz contato novamente para contratar consultoria SEO e teve o mesmo atendimento cordial que anteriormente. Fez a compra e colocou sua loja online no ar. 

Após isso, recebeu um novo contato para saber como estava o site, se teve necessidade de alguma mudança e se o suporte prestado estava dentro do esperado.

As ações esperadas do marketing de relacionamento foram aplicadas e dessa maneira foi possível atrair e fidelizar a cliente. 

Pouco tempo depois, uma amiga ia viajar e falou que estava organizando a viagem. Sem hesitar, a cliente indica a corretora que prestou todo o suporte na contratação do seguro e elogia o atendimento.

Isso demonstra que foi obtido o resultado esperado, que se criou um vínculo e ele trouxe frutos positivos. Entretanto, não é tão simples como parece chegar a esse resultado.

Marketing de relacionamento x marketing tradicional

É bem provável que sua empresa pense que com o marketing tradicional que já utiliza conseguirá bons resultados e muitas vezes não consegue perceber a diferença entre os dois.

O marketing tradicional visa vender um produto ou serviço que nem sempre o consumidor precisa, ele tem por objetivo criar uma necessidade. Após a compra ser feita, muitas vezes o foco muda de consumidor.

Já o marketing de relacionamento visa atender a uma necessidade já existente e estabelece um vínculo de longo prazo.  

Enquanto um trabalha com ações isoladas, o outro investe em ações que garantam uma continuidade e com o foco no cliente ao invés do produto. 

Como usar o marketing de relacionamento?

Como o marketing de relacionamento envolve diferentes etapas no contato com o cliente, ele precisará de ações distintas para provocar o resultados esperados.

Veja o que pode ser feito e como agência de criação de sites usa o marketing de relacionamento.

Conheça a sua audiência

Só é possível se aproximar do consumidor quando se sabe quem ele é, quais suas preferências, necessidades e outros detalhes que ajudarão e entender esse perfil.

Colete o máximo de informações possíveis. Faça isso usando formulários de cotações, realizando pesquisas, por contato telefônico e outros. 

Crie uma base sólida de dados e com isso trabalhe as personas para montar estratégias para cada um dos públicos.

Segmente os clientes

Conhecer e saber as preferências já não basta no mundo atual, os clientes possuem perfis muitos específicos que podem ser percebidos com a criação de personas.

A segmentação consiste em colocar os clientes em “caixas” com necessidades parecidas para serem atendidas. Quanto mais detalhada for a segmentação, maiores as chances de acertar nas estratégias que serão adotadas.

Dessa maneira saberá como abordar cada público, o momento exato de fazer uma oferta e qual canal utilizar. Por exemplo, se o seguro do carro estiver para vencer e tiver essa informação, poderá entrar em contato oferecendo a renovação e enviando informações sobre cotações.

Envie ofertas personalizadas

Tudo bem que o marketing de relacionamento que estreitar os lações com o cliente, mas isso não faz com que as vendas sejam deixadas de lado.

Com base na informações coletadas e nas sugestões que vem do público-alvo é possível saber o que cada um deles está buscando. Faça ofertas personalizadas sem que seja preciso que ele entre em contato com a sua empresa, e se antecipe a essa necessidade.

Se houver uma promoção ou diferencial naquele momento, não esqueça de ressaltar e fazer com que pareça uma exclusividade.

Preste atendimento ao cliente

Vale lembrar que muitas vezes o atendimento tem um peso maior do que o produto oferecidos porque é possível encontrar em outra empresa algo simular ou até mesmo igual.

O diferencial será a forma como se relaciona com o consumidor, fazendo com que ele seja o foco central. Focar na excelência e satisfação das necessidades é o que pode fazer a grande diferença.

Use as redes sociais

Ter um perfil na rede social não traz nenhum diferencial porque a maior parte das empresas já está presente nesses canais. O marketing de relacionamento exige um diferencial que gere uma aproximação com a outra parte.

É preciso fazer publicações que tenham objetivo não apenas de vender, mas gerar discussão e causar engajamento.

Como a repercussão ocorre quase que de imediato, uma postagem que gere reflexão e comentários poderá alavancar esse relacionamento. As pessoas percebem que possuem um espaço para falarem e que estão sendo ouvidas.

Imagine fazer um post em que as pessoas possam comentar como gostariam de ser abordadas pelos corretores. Com certeza, seriam muitos os comentários e isso poderia ser transformado em realidade. 

Estabeleça um programa de fidelidade

Quando se trata de seguro auto, viagem e outros pode parecer estranho pensar em programas de fidelidade, mas eles funcionam.

Pense em opções como compre um seguro para seu carro e consiga o melhor preço no de viagem, tenha descontos progressivos na aquisição dos produtos e outros.

Isso faz com que a pessoa pense sempre em comprar com a mesma corretora, afinal, ao criar um relacionamento poderá se beneficiar de alguma maneira.

Entretanto, não esqueça que o programa de fidelidade deve servir para gerar lucros e se ele estiver causando algum tipo de prejuízo deve ser revisto.

Torne o marketing de relacionamento usual

Um dos pontos do marketing de relacionamento é que ele é contínuo, ou seja, está presente em todas as etapas de compras e no pós-vendas. Além disso, deve ocorrer de maneira corriqueira, não sendo interrompido em nenhum momento.

As ações devem ser frequentes e os canais de comunicação devem estar sempre abertos para que se possa enviar informações, mas também receber. O relacionamento só ocorrerá se for uma via de mão dupla.

Combine o marketing de relacionamento com a tecnologia

É preciso pensar onde está o público e ele pode ser encontrado tanto online como offline. Entretanto, por conta das facilidades que a tecnologia oferece se torna muito mais simples e rápido contar com recursos digitais para gerar essa aproximação.

Utilize tudo o que gere engajamento e facilite esse relacionamento. Além de redes sociais e o e-mail, como já citado, abuse dos aplicativos de mensagens e chats. Eles podem ser respondidos imediatamente com a pessoa estando em qualquer lugar.

Não deixe de conhecer aplicativos, softwares e soluções que podem facilitar as ações e mensuração dos resultados.

Monitore os resultados

Como saber se as ações terão o resultado conforme os esperado? Monitorando e fazendo testes.

Avalie tudo o que for possível, por exemplo, taxa de convergência, taxa de abertura de e-mail marketing, engajamento entre outros.

Faça testes A/B para saber qual deles dá mais resultado para um determinado público antes de iniciar uma ação massiva. Isso permitirá economizar dinheiro e adotar as melhores estratégias.

Vale a pena investir em marketing de relacionamento?

Essa pergunta já não é mais tão feita pelas empresas, pois as que já o utilizam percebem mudanças positivas.

O marketing de relacionamento chegou para ficar e cada vez é mais adotado. Isso ocorre porque as empresas sabem que o custo para adquirir um cliente é muito maior do que para manter um em sua base de dados.

Além disso, cliente fiéis costumam gastar mais e ajudam na construção de uma boa imagem para a organização.

Esse investimento permite ainda que sua empresa se diferencie porque o marketing tradicional é amplamente utilizado, já o contato que se tem com o consumidor é único. Ele é que acaba sendo o diferencial para que se escolha uma marca e não a outra.

A experiência está sendo cada vez mais valorizada por quem compra e isso faz o diferencial.

Portanto, não basta oferecer produtos e serviços, isso se encontra facilmente, mas um atendimento de excelência com atenção total ao cliente será o segredo para o sucesso ao usar o marketing de relacionamento.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email