O que é ROI e como calculá-lo

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Você está com dúvidas sobre o que é ROI e como calculá-lo? Principalmente se você tem um site de vendas online, é fundamental compreender qual é o seu  Retorno Sobre Investimento. 

 

O retorno sobre o investimento (ROI) é uma métrica que empresas ao redor do mundo usam para calcular o retorno gerado por um investimento. 

 

Isso os ajuda a analisar a eficiência de um investimento e entender se a decisão por trás de investir o dinheiro foi estrategicamente a correta a seguir. 

 

Embora possa haver muitas variações quando se trata de calcular o ROI, o retorno sobre o investimento pode ser calculado pegando a diferença entre o valor atual do investimento e o custo do investimento e dividindo esse valor pelo custo do investimento, mas falaremos mais sobre isso. 

 

Os cálculos de ROI são bastante simples. Eles podem ajudá-lo a entender se vale a pena aproveitar uma oportunidade de investimento ou não. 

 

Você também pode usá-lo como um indicador de desempenho do investimento: o significado do ROI (> 100% ou <100%) define o valor do seu investimento.

 

Se você quer saber mais sobre ROI, a sua importância para o seu negócio e como calculá-lo, continue a leitura! 

 

A importância de saber o ROI

o que é ROI

Para negócios diferentes, os números são diferentes: alguns negócios podem ganhar dinheiro com um ROI muito baixo; outros podem precisar de um ROI relativamente alto para evitar perder dinheiro com publicidade digital. 

 

Mas uma regra vale para todos: o retorno do investimento deve ser positivo (acima de 100%).

 

Ao observar a dinâmica das mudanças nos relatórios, você pode fazer a distribuição do seu orçamento para canais de publicidade mais eficazes. 

 

Se sua empresa gasta mais com Google Ads do que recebe em troca, os gastos com a plataforma devem ser investidos, por exemplo, no canal orgânico do Google para aumentar a receita se esse canal for mais eficaz.

 

Não seria ótimo se houvesse uma maneira de distinguir entre as estratégias que levam sua agência ao sucesso e aquelas que drenam seu dinheiro?

 

Saber o ROI é algo muito importante e dá uma ideia precisa sobre as estratégias que são bem-sucedidas e as que não são.

 

Porém, é difícil saber isso no início de um negócio. Tem que haver uma fase de tentativa e erro em que você tenta diferentes estratégias e as avalia por seus prós e contras para saber quais realmente funcionam melhor. 

 

Isso não apenas ajudaria o seu negócio a prosperar no longo prazo, investindo nos projetos certos, mas também a ajudaria a economizar dinheiro ao eliminar os erros.

 

Dependendo de qual estratégia tenha um melhor ROI ao gerar mais leads, por exemplo, você saberá onde deve investir o seu orçamento de marketing para obter o máximo retorno. 

 

Como calcular o ROI 

Vejamos a seguir um exemplo para uma melhor compreensão de como calcular o retorno do investimento. 

 

Imagine que você vende um produto por meio do seu site. Você tem um orçamento que deseja gastar no Google Ads. Suponha que seja R$1.000 por mês. Você lança uma campanha, tudo está indo bem e, no final do mês, sua receita de campanhas publicitárias é de R$6.000.

 

Para calcular o retorno do investimento, você precisa incluir salários e todos os custos de marketing associados. Por exemplo, digamos que você pagou R$200 por um especialista em PPC (tráfego pago) para configurar este anúncio mais R$50 para o redator que escreveu o anúncio.

 

Fórmula geral para calcular o ROI:

 

ROI = (receita – custos) / custos × 100%

 

Cálculo do ROI: (R$6.000 – (R$1.000 + R$200 + R$50) / (R$1.000 + R$200 + R$50)) x 100% = 380%

O que isso significa para você? Bem, isso significa que para cada real gasto, você ganhou R$3,8 de lucro.

 

O que é um bom ROI

o que é ROI

A definição de um bom ROI é investir em algo que resulte em um lucro instantâneo ou em algum ponto no futuro previsível.

 

Embora a regra prática estabeleça “quanto maior o número, melhor o ROI”, não há uma resposta correta para qual número é bom e o que é ruim. 

 

Algumas agências e empresas (setor de marketing) podem ficar muito felizes com um ROI de 10%, enquanto outras podem nem mesmo ficar satisfeitas com um número maior, como 30%. 

 

É verdade, entretanto, que as agências e empresas tendem a perseguir altas porcentagens de ROI ao entregar resultados.

 

A ideia que define um bom ROI depende de alguns fatores. As empresas estão propensas a cometer erros ao decifrar como calcular o ROI, pois podem deixar de olhar para esses fatores externos que incluem: impostos, inflação, tempo e custos de oportunidade.

 

Acompanhar esses fatores torna-se importante ao prever o ROI, e é a combinação disso que pode levar uma empresa a conseguir melhores resultados. 

 

Como aumentar o ROI

Depois de calcular o ROI e analisar as estratégias que funcionam bem, a próxima etapa é ‘investir’ tempo e dinheiro em maneiras de aumentar seu ROI.

 

Além de utilizar soluções valiosas de marca que reduzem custos, também é necessário incorporar outras formas de aumentar o ROI. 

 

Ao procurar ganhos rápidos, é importante analisar os retornos gerados pelas estratégias de investimento existentes e planejar o caminho a seguir.

 

Talvez os anúncios do Facebook sejam melhores, pois são relativamente mais precisos quando se trata de direcionar o tipo certo de demografia.

 

Ou talvez o marketing por e-mail seja o caminho a seguir porque oferece um melhor ROI em comparação com a quantidade de dinheiro investido.

 

Para fazer isso, é necessário se concentrar em direcionar as pessoas certas, executando as táticas e estratégias certas, tendo as ferramentas certas e as equipes certas. 

 

As agências e empresas devem apresentar a melhor combinação que as leve a aumentar suas receitas, reduzir seus custos e, por fim, aumentar seu ROI.

 

Limitações de ROI 

À primeira vista, o ROI é um indicador simples e compreensível que pode ser calculado sem problemas, mas existem alguns detalhes importantes. 

 

1) Escolha o modelo de atribuição certo para fazer cálculos precisos

 

Em um caso simples, um usuário clica em um anúncio e faz uma compra. Mas e se o usuário clicar, mas não comprar no momento? 

 

E se alguém clica no seu anúncio, vai para o seu site, mas fecha-o e, três semanas depois, vê uma postagem do seu produto no Facebook, clica nela, vai para o seu site, memoriza o URL e fecha o site, e então um mês mais tarde vai diretamente para o seu site digitando a URL e faz uma compra? 

 

Você pode argumentar que esse cliente deve ser contado no cálculo do anúncio inicial porque ele primeiro encontrou sua loja por meio dessa campanha publicitária. 

 

Ou você pode argumentar que a postagem no Facebook deve receber o crédito, já que foi o último clique antes da compra. Uma terceira opção seria dividir a receita entre o anúncio inicial e a postagem no Facebook.

 

O modelo de atribuição que você escolhe determina quanto crédito seu anúncio inicial recebe para este cliente. O importante é que você escolha um único modelo de atribuição e o use de forma consistente ao comparar o ROAS entre canais e campanhas.

 

Para distribuir objetivamente o valor de um pedido, é necessário avaliar não apenas a última sessão, mas cada sessão do comprador. 

 

2) Leve em consideração todos os fatores que afetam a receita

Vejamos algumas coisas que podem afetar a receita.

Seu melhor gerente de vendas mudou para outra empresa. Você mudou de fornecedor, afetando o tempo de entrega de certas mercadorias. Ao mesmo tempo, você lançou uma campanha publicitária e tem muitos compradores em potencial – mas não há produtos disponíveis. 

 

Como resultado, você diminuiu a ROMI – que significa Return on marketing investment  ou Retorno do Investimento em Marketing, em portgues – mas isso não tem nada a ver com publicidade e marketing.

 

Por esse motivo é importante ter um sistema de avaliação de campanha de publicidade eficaz e otimizar os custos automatizando a coleta e o processamento de todos os dados necessários. 

 

3) Considere as diferenças nos custos

Imagine a seguinte situação: no mês passado, você pagou R$20 para enviar um pedido para um determinado estado. Mas, este mês, seu serviço de frete aumentou seus preços e agora você precisa pagar R$30 pelo frete para clientes do mesmo estado e R$40 pelo frete para clientes em outros estados. 

 

Ou talvez seus clientes tenham pedido alguns produtos caros devido a um anúncio no Facebook. Como resultado, seu ROMI pode diminuir, embora sua estratégia de marketing esteja correta.

 

Conclusão

Medir o retorno sobre marketing e investimentos de negócios é uma obrigação. 

 

Essas métricas o ajudarão a descobrir onde você realmente deve investir para ganhar mais. Você deve começar a configurar a coleta de dados e calcular o ROI a partir do momento em que começar a pensar sobre os custos de negócios e marketing.

 

Ao calcular o retorno do investimento, você precisa:

 

  • Escolher o modelo de atribuição certo;
  • Definir sua receita e custos;
  • Considerar o ciclo de vendas completo.

 

Esperamos que, depois deste artigo, esteja mais claro para você o que é ROI e como calculá-lo! 

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email