Como remover uma URL do Google: saiba desindexar seu site

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Existem diferentes formas de remover uma URL do Google, e cada maneira vai ser utilizada em diferentes situações. 

E é importante que você entenda quais são estas diferentes formas, para que não utilize o método errado. Afinal, uma ação incorreta pode afetar negativamente os seus resultados de SEO que demoram para ser construídos.

Como verificar se uma URL está indexada

A opção mais utilizada e simples é fazer uma busca no Google do seu site, nesse formato: “site: seudominio.com.br”. Assim, com essa pesquisa você vai conseguir ver se o seu domínio está indexado no Google.

Mas outra forma de fazer isso é através do Relatório de cobertura do índice do Google Search Console, ou então a Ferramenta de inspeção de URL para uma URL individual. 

Estas ferramentas pertencem ao próprio Google, e oferecem mais detalhes sobre o seu domínio e o status de indexação das suas páginas. Mas agora você já sabe como identificar se uma URL está indexada ou não. 

Sendo assim, se precisar que essa URL seja removida do Google, leia abaixo aas diferentes formas de fazer isso. 

Para ajudar, volte ao fluxograma que mostramos no início do artigo e veja em qual situação você se encaixa. Assim você saberá o que fazer e não vai correr riscos desnecessários.

5 métodos para remover uma URL do Google

Método 1: Noindex

Adicione a tag <meta name=”robots” content=”noindex”> a uma página, você estará informando aos buscadores que esta página não deve mais ser mostrada para pesquisas. 

Você deve adicionar a tag de noindex no <head> da página específica.

Mas se você usa um sistema de gerenciamento de conteúdo como o WordPress, a maioria dos bons plugins de SEO oferece opções para publicar posts e páginas individuais.

Veja como fica a opção no Yoast SEO , que é o plugin de SEO mais usado para WordPress.

  • Em “Permitir que os mecanismos de pesquisa mostrem esta postagem nos resultados da pesquisa?” – mude de “Padrão” para “Não” – isso adicionará a meta tag noindex à seção principal.
  • Se você adicionar a tag noindex às páginas, elas deverão desaparecer da pesquisa na próxima vez que o robô do mecanismo de pesquisa as visitar.
  • No entanto, às vezes podem levar um tempo (dias ou até semanas) para as URLs desaparecerem dos resultados da pesquisa.
  • Se você deseja acelerar as coisas, a ferramenta de remoção de conteúdo desatualizado do Google é a melhor maneira de remover um URL excluído ou excluído o mais rápido possível.

Enquanto a tag noindex estiver presente nas páginas, elas não deverão aparecer nos resultados da pesquisa novamente, a menos que a tag seja removida.

A metatag noindex também removerá as páginas de outros mecanismos de pesquisa, incluindo Bing e Yahoo.

Você também pode adicionar noindex ao site inteiro para remover todas as suas páginas dos mecanismos de pesquisa.

Isso pode ser feito acessando o painel do WordPress -> Configurações -> Leitura. Em seguida, marque a caixa que diz “Evitar que mecanismos de busca indexem este site”.

Isso é útil quando você tem um novo site e não deseja que ninguém o veja ainda. Mas não o use em um site ativo, a menos que esteja disposto a perder todo o tráfego de pesquisa .

Método 2: Google Search Console

É fácil remover uma URL do Google pertencentes a um site que você possui usando o Google Search Console.

Se você ainda não o fez, comece enviando e verificando seu site .

O Google Search Console é realmente uma ferramenta essencial para gerenciar a aparência e o desempenho do seu site na pesquisa.

Veja como remover um URL usando o Google Search Console:

Isso removerá o URL da pesquisa do Google por aproximadamente 90 dias . Ele também removerá o URL do cache do Google.

Seu URL deve aparecer como “Pendente” para remoção, mas você pode cancelar facilmente sua solicitação clicando em “Cancelar”.

Lembre-se de que esse método é apenas temporário! Assim, se o URL ainda estiver ativo no seu site após 90 dias, o Google provavelmente o adicionará novamente ao índice e começará a mostrá-lo nos resultados da pesquisa novamente.

Para remover uma URL do Google use o método 4.

Método 3: Acesso restrito

Se você quiser que a página possa ser acessada por alguns usuários, mas não pelos buscadores, você vai precisar se uma das 3 opções abaixo:

  1. Um sistema de login;
  2. Autenticação de HTTP no qual uma senha é solicitada para o acesso;
  3. Lista de endereços de IP que permite o acesso a IPs específicos.

O acesso restrito é indicado para redes internas, conteúdos com controle de membros, ou para sites em fase de teste ou desenvolvimento.

Método 4: Ferramentas para remover uma URL do Google

Ainda que o Google tenha colocar o nome da ferramenta como “remoção de URL”, na verdade o que acontece é que o conteúdo da página é bloqueado temporariamente.

Dessa forma, o Google ainda vai encontrar e rastrear a URL, mas as páginas não vão aparecer para os usuários. Para o Google, ao utilizar a ferramenta de remoção de URL, esta fica bloqueada por 6 meses. Por outro lado, o buscador Bing que tem uma ferramenta similar, tem o efeito de bloqueio por apenas 3 meses.

As ferramentas devem ser utilizadas em casos extremos como:

  • Problemas de segurança;
  • Vazamento de dados;
  • Vazamento de informações de identificação pessoal.

Acesse a ferramenta de remoção de URL do Google aqui: Ferramenta de Remoção.

E a ferramenta do Bing aqui: Bloqueio de URLs no Bing.

Lembre-se: para que a URL seja removida de fato, é preciso voltar para as opções 1 e 2 deste guia. Porém as ferramentas de remoção de URL são mais ágeis para casos mais urgentes como explicado acima.

Método 5: Canonicalização

Se você possui diferentes versões de uma página e quer uni-las em uma única URL, o que você precisa fazer é uma canonicalização. Existem algumas formas de fazer isso, e vamos explicar cada uma delas na sequência.

O grande objetivo de fazer uma canonicalização é para que você não tenha conteúdo duplicado. E com isso, evite problemas de otimização dos seus conteúdos para os buscadores como o Google.

Entenda as 3 opções de canonicalização que existem:

1 – Canonical tag

Em um site é possível que você tenha diferentes endereços que contenham o mesmo conteúdo, por exemplo:

  • “endereço-do-site”;
  • ou “endereço-do-site /index.html”;
  • “endereço-do-site /home.aspx”.

Infelizmente, estas URLs com pequenos detalhes de diferença podem acabar sendo consideradas conteúdo duplicado pelos buscadores. 

Mas é possível resolver este problema identificando o código-fonte da URL considerada original com uma canonical tag. Assim, essa página original será mostrada nos resultados sem levar o tráfego de usuários para outro endereço.

Veja como funciona uma canonical tag:

Fonte: Rock Content.

2 – Redirect 301

Um redirect 301 leva um usuário de uma página para outra automaticamente. Dessa forma você informa aos buscadores qual é a URL final que deve ser mostrada nos resultados. Com isso a página original não precisa ser deletada, e também não há detecção de duplicação de conteúdo. 

Essa estratégia é comumente empregada quando há mudança de domínio. Então quando os usuários acessarem o domínio antigo (um endereço .org por exemplo), será redirecionados automaticamente para o novo domínio (um endereço .com.br por exemplo).

3 – Bloqueio de Parâmetros de URL

Muitas URLs contém caracteres como ponto de interrogação, sinal de igual, entre outros. Mas em alguns casos, um mesmo conteúdo tem parâmetros de URL diferentes, que podem prejudicar o rastreamento de páginas pelo Google. 

Por isso foi criada a ferramenta de parâmetros de URL para que você possa identificar essas diferenças nas URLs e eliminar os problemas.

Abaixo mostramos um exemplo de três URLs que direcionam a conteúdos duplicados, que têm parâmetros diferentes:

Fonte: Suporte Google.

Assim, nestes casos, é indicado o uso da ferramenta de parâmetros de URL do Google para reduzir o rastreamento de URLs duplicados.

Como priorizar a remoção de URLs

Se você possuir diversas páginas para remover do Google, é importante determinar as prioridades conforme as orientações a seguir:

  • Prioridade alta: Aqui entram as páginas relacionadas a segurança ou a dados confidenciais.
  • Prioridade média: Nesta categoria, está o conteúdo direcionado a grupos específicos de usuários, que devem ser acessados apenas por determinadas pessoas.
  • Prioridade baixa: Estas são as páginas que contém conteúdo duplicado, considerando os diferentes exemplos citados neste artigo.

Erros comuns que você deve evitar

Para evitar que você realize a remoção incorreta de alguma página do seu site, é importante compartilhar os erros mais comuns.

Adicionar tag Noindex no arquivo robots.txt

Adicionar a tag noindex dentro do arquivo robots.txt nunca foi algo indicado oficialmente pelo Google, mas também não era um problema. Contudo, depois do aviso formal em julho de 2019, é preciso seguir mais rigorosamente as instruções do robots.txt, sendo que a tag noindex não é permitida.

Bloquear o rastreamento através do robots.txt

Para que uma URL não seja indexada no Google, é preciso fazer mais do que apenas bloquear o rastreamento no arquivo Robots.txt. Siga as orientações deste artigo para não errar!

Utilizar tag nofollow para desindexar páginas

Ao adicionar uma tag nofollow em uma página, você estará bloqueando que esta seja considerada como um critério de ranqueamento para o seu site. Contudo, isso não afeta a indexação da página, que continuará existindo normalmente.

Essa estratégia também é confundida com a tag noindex, e se este for o seu caso é preciso fazer a correção.

Aplicar a tag noindex e tag canônica ao mesmo tempo

Enquanto que a tag noindex informa ao Google que uma página não deve ser mostrada, a tag canônica diz que outra página deve ser a versão a ser indexada. Normalmente, os algoritmos vão identificar a tag canônica. Mas é possível que você tenha problemas por usar as duas tags ao mesmo tempo.

Como remover conteúdos que não estão no seu site

Existem dois casos em que é possível que você precise remover conteúdos que não estão no seu site.

  1. Se o conteúdo é seu, mas publicado em outro site;
  2. Se o conteúdo é sobre você, e publicado em outro site.

Para ambos os casos, é preciso que você entre em contato com o dono deste site, e solicite a remoção do conteúdo, ou de determinadas informações incorretas.

Isso é possível de algumas formas, veja a seguir:

Falar com o proprietário do site

  • Primeiramente, encontre um link de “fale conosco” ou então um endereço de e-mail do proprietário do site. Mas normalmente você encontrará estas informações no inferior da página inicial do site.
  • Utilize ferramentas de extração de email como o Hunter.io ou FindThatLead para encontrar o e-mail do proprietário do site ou de algum contato da empresa.
  • Encontre os dados de contato através do WHOIS. Visite https://who.is/ e digite o domínio do site para encontrar quem registrou. 
  • Por fim, caso a pesquisa de WHOIS encontre apenas o contato de hospedagem do site, você deve entrar em contato com essa empresa para então conseguir falar com o proprietário do site.

Solicitar a remoção de informações ofensivas e/ou pessoais

Através dos canais do Google, é possível solicitar a remoção de informações ofensivas e que prejudiquem a sua imagem ou empresa. 

Para isso, acesse o canal de suporte e siga os passos indicados em Remover Informações do Google.

Como remover imagens

Para remover imagens do Google, a forma mais fácil e através do arquivo robots.txt. Assim, você pode simplesmente desabilitar o rastreamento de imagens no arquivo para removê-las.

  • Para uma única imagem:

User-agent: Googlebot-Image

Disallow: /images/dogs.jpg 

  • Para todas as imagens:

User-agent: Googlebot-Image

Disallow: /

Considerações finais

Como você percebeu, remover uma URL do Google depende de alguns fatores. Através do fluxograma que apresentamos para você, é possível ter uma ideia de qual estratégia adotar.

Além disso, os guias disponibilizados pelo Google também podem auxiliar quem ainda não entende muito do assunto.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email