Como fazer campanhas de e-mail marketing segmentadas?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Em seu negócio, diversos contatos, das mais variadas fontes (redes sociais, pesquisas, blog, landing pages), são captados por e-mail, não é mesmo? O problema é: o que fazer depois? Inegavelmente, a partir da construção de um bom banco de dados, será possível investir em campahas de e-mail marketing segmentadas.

Com o propósito de elevar as chances de êxito, tenha em mente que disparar campanhas aleatórias não é a melhor alternativa. Ainda mais, porque nem todas as pessoas podem estar interessadas no que você oferece.

Bem como existem esses tipos de dificuldades, há, também, soluções. Decerto, é necessário remodelar as suas estratégias e, se necessário, sair da “zona de conforto” ao criar essas campanhas de e-mail marketing.

Pensando nisso, apresentamos, a seguir, algumas das melhores dicas para assegurar o sucesso no planejamento e na implementação de suas ações. Continue a leitura e, certamente, suas campanhas nunca mais deixarão de trazer bons resultados!

Não negligencie o preheader

O conceito de “preheader” é muito importante. Para que você o compreenda melhor, lembre-se que é um resumo acerca do e-mail, aparecendo abaixo ou do lado do assunto da mensagem nas caixas de entradas dos destinatários.

Selecionar um preheader apropriado é vital, pois ele indica aos leitores se eles desejarão abrir aquele e-mail, mostrando o assunto que será tratado na mensagem.

Ademais, há ferramentas no mercado que possibilitam pré-visualizar e testar como o seu preheader aparecerá nos mais variados tipos de dispositivos e telas.

Utilize imagens

Pelo contrário do que se pensava anteriormente, as imagens são cruciais na construção dos seus e-mails. Certamente, elas são capazes de deixar as suas mensagens ainda mais atraentes.

Aposte, por exemplo, em imagens de alta qualidade, a fim de elevar os níveis de interesse nos conteúdos que estiverem sendo enviados por você ou pela sua marca.

Não use letras maiúsculas (caixa alta) desnecessariamente

Logo depois do uso de imagens, a não utilização desnecessária de caixa alta é um dos itens mais importantes para impedir que sua campanha fracasse.

Ao mesmo tempo, os e-mails compostos por textos completamente escritos em letras maiúsculas são facilmente identificados por filtros de SPAM – ferramenta presente em todos os provedores.

Mas, é possível evitar que suas mensagens sejam automaticamente classificadas como SPAMs. No momento em que lançar mão de outras estratégias que chamem a atenção de seus leads, considere aumentar o tamanho da fonte ou, até mesmo, deixar os textos (total ou parcialmente) em itálico e/ou negrito.

Equilibre imagens e textos

Como resultado, é altamente recomendável que as suas campanhas de e-mail marketing tenham cerca de 60% de textos e 40% de imagens. Ou por outra, isso assegura boas taxas de entregabilidade.

Em segundo lugar, e-mails que são totalmente formados apenas por imagens ou somente por textos são desaconselháveis. De fato, esse tipo de comunicação não gera bons resultados de entrega à sua empresa.

Do mesmo modo, os serviços são padronizados para bloquearem essas imagens, fazendo com que a eficácia dos disparos seja sensivelmente reduzida. Nesse hiato, você pode tomar certos cuidados, tais como:

  • Evitar imagens muito pesadas, pois elas demoram mais para carregar;
  • Utilizar alttags em suas imagens, colocando textos que as descrevam;
  • Fazer em HTML o seu e-mail marketing, distribuindo os conteúdos entre imagens e textos.

Evite textos em vermelho

Em seguida, convém evitar textos em vermelho, pois eles são muito usados em mensagens com envios de SPAM. Por mais que a cor chame a atenção dos leitores, esses textos amealharam má reputação entre todos os provedores de e-mail.

Analise contatos que não demonstram engajamento

Enquanto um contato que não se engaja pode ser definido, basicamente, como aquelas pessoas que nunca abrem os e-mails que você envia, o objetivo central de se comunicar com indivíduos interessados em seus serviços e/ou produtos fica comprometido.

Aliás, caso o seu negócio atue com alguma ferramenta de automação, acessar e analisar essas informações se torna mais fácil. Da mesma forma, indicadores como “marcação de SPAM” e “taxas de não abertura” podem ser muito úteis em suas campanhas de e-mail marketing segmentadas.

Em contraste com uma atuação mais “espontânea”, trabalhar com esses dados é relevante, sobretudo devido ao fato de que os maiores provedores têm algoritmos rigorosos.

Semelhantemente, ficar bombardeando os contatos que não demonstram interesse por suas mensagens pode fazer que seu endereço seja classificado como fonte permanente de SPAM.

Por causa disso, é aconselhável investir em boas estratégias de segmentação, a fim de subsistir nas caixas de entrada principais dos seus contatos e obter taxas de abertura elevadas.

Utilize emojis

De maneira idêntica, os emojis são capazes humanizar a sua marca, aumentando consideravelmente a proximidade entre a empresa e os clientes. Nesse sentido, usá-los de modo consciente poderá ser uma excelente ferramenta para elevar o engajamento de seus leads.

Lembre-se de utilizar o P.S.

O P.S. (Post Scriptum) será a última informação lida pelos leads. Seja como for, a sua empresa terá a oportunidade de gerar uma sensação de urgência nos destinatários. Depois que essa meta for atingida, aproveite para inserir novos links e informações relevantes nesse trecho.

Garanta que as imagens tenham ALT

Esse atributo das imagens é uma espécie de “descrição” do que aparecerá nela. Assim, ele é de grande importância, pois além de ser utilizado pelos leitores de e-mails para deficientes visuais, é usado pelos provedores que buscam entender melhor os assuntos tratados nas suas mensagens.

Produza um CTA

Um CTA, isto é, “chamada para ação”, em tradução livre, é fundamental para que as suas campanhas de e-mail marketing segmentadas façam sentido. Antes que outros elementos, é o CTA que pode incentivar os leads a realizarem as próximas ações em suas jornadas de compra.

Essa ação pode ser uma conversão em landing pages, uma compra, um acesso aos materiais promocionais de seu site, dentre outras. Analogamente, para conseguir progressos, é necessário que os e-mails tenham CTAs coerentes com o atual momento do lead.

Por isso, o melhor a fazer é deixar o seu CTA logo na primeira dobra. A princípio, a posição em que ele aparece no interior dos seus e-mails tem um impacto direto na taxa de cliques.

Assim, para maximizar esse indicador, é aconselhável que o CTA seja visualizado assim que os leads abrirem seus e-mails, sem precisarem “rolar” o mouse para procurar esse conteúdo.

Aposte nas contagens regressivas

Por conseguinte, a utilização de contagens regressivas estão cada vez mais populares nas campanhas de e-mail marketing, à medida que geram sensação de urgência, incentivando os destinatários a agirem prontamente.

Em contrapartida, um bom exemplo dessa estratégia pode ser encontrado nos GIFs voltados à inscrição de eventos, expondo para os leads que “Faltam Y dias e X horas para que as inscrições sejam encerradas”.

Produza mensagens curtas

Sobretudo, as mensagens longas fazem com que as pessoas percam o interesse ao longo da leitura, além de terem seus conteúdos possivelmente cortados pelos provedores de e-mails. Assim, as pessoas perdem uma grande parte de sua mensagem se não clicarem na opção “mostrar a mensagem na íntegra”.

Promova incentivos para os novos clientes

Antes de mais nada, as pessoas que compram pela primeira vez em seu site formam um grupo estratégico, que deve ser bem trabalhado nas suas campanhas de e-mail marketing segmentadas.

Nesse ínterim, elas acabaram de adquirir um item ou contratar um serviço e estão empolgadas por terem encontrado aquilo que buscavam. Igualmente, fidelizar esses compradores pode render boas receitas em prazos relativamente curtos.

De acordo com as melhores práticas, esse grupo de novos clientes pode receber, por exemplo, incentivos exclusivos nas etapas de pós-venda, como e-mails solicitando avaliações dos produtos com cupons de descontos válidos por 7 dias.

Além disso, não se esqueça de enviar os e-mails depois que o seu sistema tiver registrado a entrega dos produtos. Contudo, nesse quesito, o timing é absolutamente fundamental.

Antecipe-se às necessidades dos seus clientes

Porquanto existam certos segmentos (por exemplo, vestuário infantil) e tecnologias que propiciam oportunidades de antecipar desejos e necessidades dos clientes, é imprescindível ficar atento a isso.

Por outro lado, ainda dentro de nosso exemplo, os pais necessitam adquirir grandes volumes de roupas para suprir as necessidades dos primeiros anos da vida de seus filhos.

Portanto, quem aprecia tecnologia não tende a perder atualizações, desejando fortemente estar por dentro de todas as novidades. Ainda assim, caso o seu negócio mantenha os clientes informados acerca das últimas mudanças em seu site, todos saem ganhando.

Em virtude desse novo comportamento dos consumidores, os fluxos de nutrição das campanhas de e-mail marketing segmentadas e automatizadas funcionam adequadamente para essa estratégia.

Em outras palavras, se os clientes adquirem o último iPhone, poderão receber e-mails informando sobre os acessórios exclusivos ao seu modelo. Por certo, esse tipo de segmentação fundamentada nas oportunidades atrai mais visitas qualificadas a páginas estratégicas de seu site.

Utilize GIFs

Enfim, os GIFs, tal como as imagens, incrementam os atrativos dos e-mails, uma vez que seu “movimento” capta a atenção dos leitores. Então, a utilização de GIFs pode conferir maior divertimento às suas mensagens, elevando a proximidade do lead com a sua marca.

Logo que se decidir por empregá-los, encontrará diversos sites que ajudam a compor rapidamente esse tipo de imagens ou a encontrar GIFs prontos e com direitos de uso liberados para incorporar em suas campanhas de e-mail marketing segmentadas.

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email