Site por assinatura

Consultoria SEO

compartilhe esse post

Trabalhar com e-commerce não é uma tarefa fácil, e isso não é novidade para ninguém. Mais difícil ainda é um comércio em uma área delicada cujo destino do seu produto seja uma persona específica como a de suplementos. Por isso trouxemos para você estas dez dicas para e-commerce de suplementos que deveria seguir.

O mercado de suplementos já vinha em constante crescimento no Brasil, mas a pandemia acelerou ainda mais o aumento das vendas dos produtos do gênero. As preocupações com a saúde, principalmente com a imunidade, provocaram uma grande procura por alguns tipos de suplementos que não faziam tanto sucesso anteriormente, como os vitamínicos. 

Uma pesquisa realizada em 2020 pela Toledo & Associados, intitulada “Hábitos de consumo de suplementos alimentares no Brasil”, mostrou que o número de brasileiros que consome produtos deste segmento cresceu 10% em relação à penúltima edição do mesmo estudo, feita em 2015. 

Por isso, muitos brasileiros estão planejando investir no setor e se aproveitar da consolidação do comércio eletrônico no país para criar uma loja virtual de suplementos. Se você faz parte deste grupo, veja algumas dicas essenciais que podem garantir o sucesso do seu negócio. 

 

Dez dicas para e-commerce de suplementos

Sem mais delongas, vamos diretamente ao que nos interessa. A primeira das dicas para e-commerce de suplementos é uma das ( se não a mais) importante de todas: o planejamento da sua plataforma de vendas! Vamos lá:

 

Planeje muito bem a sua plataforma

dicas para ecommerce de suplementos

A primeira coisa a decidir quando começamos a montar uma loja virtual, não só no segmento de suplementos, é decidir se o site será hospedado por conta própria ou se utilizaremos uma plataforma pronta de e-commerce. 

No primeiro caso, você criará todo o site do zero, e ficará responsável pela contratação da hospedagem, do domínio (o endereço da página), dos protocolos de segurança e das ferramentas de pagamento, entre todos os outros elementos necessários para uma loja online. 

Já no segundo caso, você pagará uma mensalidade e terá uma interface pronta, bastando inserir os seus produtos e iniciar as vendas. 

Utilizar uma plataforma pré-moldada reduzirá muito os seus custos no começo, mas com o passar do tempo a estratégia pode se mostrar ineficiente, já que as plataformas podem não aguentar tanto o tráfego de visitantes. Além disso, a personalização do site pode ficar limitada.

Já a criação de um site próprio exige algum conhecimento em programação ou a contratação de profissionais qualificados. Por isso, o processo tem custos um pouco maiores. Mas, a expansão da sua loja não gerará nenhum transtorno futuro, já que você terá controle total sobre todos os aspectos da página. 

Crie conteúdo especializado

As suas redes sociais devem se tornar grandes aliadas da sua loja virtual. Mas, elas não podem servir apenas para postagem de promoções e produtos. Você deve ter em mente que o público que consome suplementos, naturalmente, busca também conhecimento sobre outros temas relacionados à vida saudável, pois já possuem o interesse no ramo fitness. 

Por isso, você deve investir em conteúdo personalizado e especializado em seu site e em suas redes sociais. Crie um blog em seu site e atualize-o sempre com notícias sobre o universo dos suplementos. 

Além das notícias atualizadas, o seu blog também deve conter artigos atemporais, com explicações detalhadas sobre os suplementos e seus principais ingredientes. Em longo prazo, isso poderá consolidar a sua loja no topo das listas das ferramentas de buscas virtuais. 

Se alguma notícia de seu blog for compartilhada milhares de vezes em outros meios, você pode atrair uma enorme quantia de visitantes que, consequentemente, poderão se tornar compradores. 

Tome muito cuidado com a regulamentação de seus produtos

dicas para ecommerce de suplementos

Os suplementos estão inseridos na área da saúde e, por isso, exigem alguns cuidados especiais na hora da venda. Você deve estar completamente seguro em relação a regulamentação dos suplementos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Por isso, antes de vender qualquer item, faça uma busca aprofundada no portal da ANVISA.

Atualmente, necessitam de autorização do órgão federal aqueles suplementos que possuem enzimas ou probióticos na composição. Já os suplementos mais flexíveis como os com compostos por ingredientes naturais, tem uma legislação mais branda. 

Pense nos diferentes públicos

Por muito tempo, o segmento dos suplementos apostou apenas nos esteriótipos dos “fortões de academia”. Basta entrar nas lojas virtuais mais consolidadas do ramo para perceber como esta ainda é a imagem que se destaca.

Entretanto, há diversos outros públicos que consomem os suplementos atualmente. Existem os idosos que se preocupam com a saúde e com a vitalidade, os estudantes que desejam suplementos para melhorar concentração, jovens que consomem os produtos para melhorar a pele, entre vários outros perfis. 

Até mesmo os próprios produtos já carregam estas particularidades, o que pode ajudar na conquista de diferentes públicos para sua loja. Por exemplo: os polivitamínicos para mulher são feitos especificamente para as necessidades nutricionais do público feminino. Vale a pena destacar a importância destes produtos em sua loja, inclusive na parte visual. 

Para isso, você pode criar diversas identidades para sua loja virtual, cada uma delas focada em um perfil consumidor de suplementos. Isso ajudará na identificação de seus clientes, já que um idoso que procura uma vitamina para melhorar a imunidade poderá até sair do seu site ao entrar na página inicial e ver várias fotos de jovens musculosos, imaginando que não encontrará o que procura. 

Sistema de logística

Suplementos exigem uma logística especial para que os produtos não sejam prejudicados. Por isso, antes mesmo de começar a sua loja você já deve ter todo o planejamento do transporte elaborado.

Faça uma pesquisa detalhada sobre as transportadoras disponíveis e tente estabelecer parceria com alguma delas. O principal fator a considerar é o custo, já que um transporte barato pode permitir a realização de promoções de frete grátis, ajudando a atrair e fidelizar os clientes. 

Apresentação dos produtos na loja

A sua loja deve conter o máximo de informações possíveis sobre os produtos. Os clientes de suplementos precisam entender que a pessoa que está vendendo entende muito do assunto. Caso contrário, poderão ficar desconfiadas com a qualidade da loja.

Especifique todos os ingredientes contidos no produto na página de venda. A principal dica é criar artigos em seu blog explicando sobre cada um dos compostos: para que serve, como utilizá-lo no dia-a-dia, para quais pessoas ele é indicado etc. 

Então, você poderá criar links para estes artigos na descrição dos produtos. Além de passar confiança e credibilidade, isso também aumentará o tráfego de seus textos e poderá trazer bons frutos no futuro. 

Direcione para cidades menores

Quando falamos de dicas para e-commerce de suplementos, não podemos esquecer do direcionamento dos seus esforços. Normalmente, as cidades grandes já contam com enormes lojas especializadas em suplementos, amplamente conhecidas pelo público consumidor deste tipo de produto. Para quem está iniciando agora no comércio virtual, fica um pouco difícil de competir. 

Por isso, uma das melhores estratégias é investir em cidades pequenas. Nas cidades menores, é grande a possibilidade de a variedade de produtos disponíveis também ser bem menor, por conta da limitação no número de lojas. Assim, o comércio online para a ser a única alternativa para os que consomem produtos mais específicos. 

Você pode fazer esse direcionamento geográfico através das ferramentas detalhadas de impulsionamento de postagens nas redes sociais. 

Outra boa estratégia para conquistar esse público é com as promoções na entrega, principalmente a de frete grátis. Longe dos grandes centros, é muito difícil aproveitar estas ofertas, já que elas geralmente só funcionam em capitais e grandes cidades. 

Faça bom uso do marketing de influência nas redes sociais

O marketing de influência é uma ótima estratégia no segmento dos suplementos alimentares. Então, após começar suas vendas, analise em quais cidades os seus números estão bons. Com uma pesquisa eficiente nas redes sociais, principalmente no Instagram, é possível descobrir quem são os influenciadores daquela localidade no ramo. 

É preciso ter muita atenção. Você não pode estabelecer parceria com um influenciador digital apenas levando em conta o número de seguidores. O maior fator a considerar é o ramo de atuação do perfil. O principal assunto da personalidade deve ser a vida saudável, seja através de exercícios físicos, alimentação ou outras práticas. 

Planeje a expansão

Mesmo que o mercado online de suplementos seja muito bom, você deve já começar a planejar alguns passos para a expansão de sua loja virtual. Leve em consideração que existem diversas outras áreas de atuação dentro do mundo fitness que podem ser aproveitadas em um e-commerce. 

Após o tempo de consolidação da loja, experimente vender outros itens relacionados à vida saudável. As dicas são os pequenos aparelhos para exercícios em casa, como o tapete de yoga e o elástico para atividades físicas. Como são itens baratos, o investimento para este pequeno passo expansivo é barato. 

Com o passar do tempo, você poderá pensar até em comercializar eletrônicos voltados para a prática de exercícios, como os smartwatches. Isso ajudará a firmar o nome da sua loja quando os seus clientes pensarem em qualquer coisa relacionada ao tema atividades físicas. 

Fidelize seus clientes, mas de modo não-invasivo

Se uma pessoa comprou suplementos em sua loja, é bem provável que ela consuma regularmente aquele produto. Por isso, a fidelização é fundamental neste ramo de atuação. 

Entretanto, você deve tomar muito cuidado no processo de fidelização, com o objetivo de não parecer invasivo. Evite mensagens e e-mails do tipo “seu suplemento pode estar acabando, é melhor comprar mais”, pois isso pode até assustar o cliente. 

Por isso, a fidelização deve ser discreta. A criação de conteúdos ajuda muito, já que dessa maneira você poderá estar presente no dia-a-dia de seus clientes através das notícias e informações publicadas em seu site e em suas redes sociais. 

Então, o que achou de nossas Dicas para e-commerce de suplementos? Comente e compartilhe com seus amigos!

Quer receber um orçamento para criação de um site profissional?

compartilhe esse post

Artigos relacionados